Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Olimpíadas de 2020: Irmãos japoneses fazem história e ganham ouro no mesmo dia

    Judocas Uta Abe, na categoria feminina até 52kg, e Hifumi Abe, no masculino até 66kg, conquistaram a glória olímpica em intervalo de poucas horas

    Uta Abe (E) e Hifumi Abe, irmãos e medalhistas de ouro no judô
    Uta Abe (E) e Hifumi Abe, irmãos e medalhistas de ouro no judô Foto: Vincent Thian - 25.jul.2021/AP

    Ouvir notícia

    A judoca japonesa Uta Abe triunfou na categoria até 52kg feminino em Tóquio neste domingo (25), horas antes de seu irmão Hifumi conquistar o ouro na final masculina até 66kg, fazendo história nas Olimpíadas de 2020 como os primeiros irmãos a ganharem medalhas de ouro no mesmo dia.

    Uta, de 21 anos, dominou suas lutas na categoria 52kg, mas precisou lutar uma prorrogação ma final com placar de ouro contra Amandine Buchard, da França, eventualmente prendendo e a segurando de costas para garantir a vitória.

    Na semifinal, Uta havia batido Odette Giuffrida, da Itália, também na prorrogação, ao garantir a vitória com um waza-ari.

    Nas oitavas de final contra a brasileira Larissa Pimenta, Uta marcou um ippon, e nas quartas-de-final um waza-ari foi suficiente para vencer a britânica Chelsie Giles. As medalhas de bronze foram para Giuffrida e Giles.

    Na final masculina, Hifumi Abe, de 23 anos, derrotou Vazha Margvelashvili, da Geórgia, para ficar com o ouro. As medalhas de bronze foram para Baul An, da Coreia do Sul, e Daniel Cargnin, do Brasil.

    Hifumi Abe havia derrotado o brasileiro com um ippon – o equivalente do judô a um nocaute – na semifinal.

    Mais cedo, ele trilhou seu caminho na categoria 66kg em uma luta acirrada com Kilian Le Blouch, nas oitavas de final, jogando o atleta francês no tatame para marcar um ippon na prorrogação.

    Nas quartas-de-final, derrotou Baskhuu Yondonperenlei, da Mongólia, com um waza-ari.

    Mais Recentes da CNN