Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Artilheiro do Fluminense na Libertadores, Cano diz: “Sempre sonhei com gol na final”

    Argentino terminou a Libertadores como artilheiro do torneio, com 13 gols

    Germán Cano ergue a taça da Libertadores no Maracanã
    Germán Cano ergue a taça da Libertadores no Maracanã Ricardo Moreira/Getty Images

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    Cano “fez o L” na final da Libertadores, como já havia feito outras 12 vezes nesta edição do torneio. O argentino abriu o placar na vitória de 2 a 1 sobre o Boca Juniors, neste sábado (4), no Maracanã, que garantiu ao clube o título continental. E disse ter sonhado com isso.

    “Sempre sonhei em fazer o gol nessa final, em ajudar o Fluminense a ser campeão. É a realização de um sonho, para mim e para o clube”, disse Cano.

    Aos 35 anos, o jogador disse que seu time mereceu o troféu, em um jogo duro. Advíncula empatou para o Boca, no segundo tempo, e John Kennedy garantiu a vitória apenas no primeiro tempo da prorrogação.

    “Jogamos muito bem, acho que fomos merecedores dessa vitória. Foi uma vitória do trabalho e do coração”, disse Cano.

    No gol, Keno tabelou com Arias na direita, avançou pela ponta e cruzou para trás. Cano girou o corpo e chutou forte, sem tempo de reação para Romero.

    Foi o 13º gol do argentino nesta edição da Libertadores e o 16º do atacante pelo Fluminense na competição, ultrapassando Fred como o maior artilheiro do clube no torneio continental.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original