Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ford deve fazer parceria com a Red Bull na Fórmula 1 a partir de 2026

    Equipe irmã da RBR, a AlphaTauri também deve usar motores com a marca Ford

    Da Reuters

    A montadora norte-americana Ford anunciará uma parceria de motores com a atual campeã mundial da Fórmula 1, Red Bull, a partir de 2026, no lançamento do novo carro da equipe, em Nova York, na sexta-feira (3), de acordo com reportagens da imprensa europeia. A mídia italiana divulgou detalhes nesta quinta-feira (2).

    Segundo a rede BBC, a Ford financiará parcialmente um motor que está sendo projetado e fabricado pela Red Bull Powertrains, em sua sede em Milton Keynes, na Inglaterra.

    A equipe irmã da Red Bull, a AlphaTauri também deve usar motores com a marca Ford.

    “Não comentamos especulações”, disse um porta-voz da Ford na sede da empresa em Dearborn, Michigan.

    A Fórmula 1 terá uma nova unidade de potência a partir de 2026, usando combustíveis 100% sustentáveis e um maior componente elétrico.

    A Red Bull está atualmente usando motores V6 turbo híbridos, fabricados pela ex-parceira Honda. No ano passado foi cancelada as negociações com a Porsche.

    A equipe, que tem uma gigante norte-americana de software como patrocinadora principal, exibirá a nova pintura de seu carro em Manhattan, com o holandês bicampeão mundial Max Verstappen e o mexicano Sergio Perez.

    Tem havido crescente especulação sobre um acordo com a Ford, que tem um grande histórico como fornecedora de motores e cujo motor Cosworth DFV V8 dominou a F1 nas décadas de 1960 e 1970.

    O logo da montadora norte-americana apareceu pela última vez na Fórmula 1 com a Jordan em 2004.