Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Ex-NBA que vai jogar vôlei em Paris 2024 teve carreira discreta no basquete

    Chase Budinger atuou por Houston Rockets, Phoenix Suns, Indiana Pacers e Minnesota Timberwolves

    Chase Budinger nos tempos de Houston Rockets
    Chase Budinger nos tempos de Houston Rockets Reprodução/Instagram

    Da CNN

    Chase Budinger chocou o mundo ao trocar as quadras da NBA pelas areias do vôlei de praia — e conseguir ter sucesso mesmo com a mudança de modalidade. Afinal, o americano nascido em Encinitas, na Califórnia, será um dos representantes dos Estados Unidos no esporte.

    O ala chegou à NBA após chamar a atenção pela University of Arizona e foi escolhido na 14ª posição da segunda rodada (44ª geral) no Draft de 2009 pelo Detroit Pistons. Ainda no dia do evento, em 25 de junho, foi trocado para o Houston Rockets por dinheiro e uma escolha de segunda rodada de 2012.

    Na franquia texana, Chase Budinger teve 9,4 pontos, 3,4 rebotes, 1,4 assistência, 0,5 roubo e 0,2 toco de média ao longo de 210 partidas em três temporadas completas. Em junho de 2012, foi trocado para o Minnesota Timberwolves por uma pick de primeira rodada do Draft daquele ano.

    Permaneceu em Minneapolis por três temporadas, com médias de 7,2 pontos, 2,8 rebotes, 0,9 assistência, 0,6 roubo e 0,1 toco em 131 duelos. Em julho de 2015, foi trocado para o Indiana Pacers por Damjan Rudež. Em 49 jogos, foram médias de 4,4 pontos, 2,5 rebotes, 1 assistência, 0,6 roubo e 0,2 toco.

    Em março, foi dispensado pelo Pacers, mas logo contratado pelo Phoenix Suns para até o fim da temporada 2015/16, tendo 3,2 pontos, 1,7 rebote, 0,9 assistência, 0,1 toco e 0,2 roubo em 17 jogos. Em setembro de 2016, assinou com o Brooklyn Nets, mas foi dispensado pouco depois, em outubro.

    Defendeu o Baskonia, da Espanha, por uma temporada — jogando, inlcusive, a EuroLeague, a principal liga de clubes europeus, com médias de 6,8 pontos, 3,8 rebotes, 1,2 assistência, 0,6 roubo e 0,1 toco ao longo de 29 partidas.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas