Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Bruno Guimarães e Willock, do Newcastle, são vítimas de racismo após jogo com Arsenal

    Clube inglês condenou os ataques recibidos pelos dois jogadores nas redes sociais

    Bruno Guimarães (canto direito) foi vítima de racismo nas redes sociais
    Bruno Guimarães (canto direito) foi vítima de racismo nas redes sociais Alex Livesey/Getty Images

    Rohith Nairda Reuters

    O Newcastle United condenou os ataques racistas direcionados a Bruno Guimarães e Joe Willock nas redes sociais após a vitória de sábado (4) sobre o Arsenal, por 1 a 0, pela Premier League.

    “Nossa mensagem é clara. Não há espaço para racismo no futebol ou na sociedade”, afirmou o clube.

    “Estamos prestando apoio a Bruno e Joe e trabalharemos com as autoridades e plataformas de mídia social relevantes para identificar os autores para que possam ser responsabilizados”.

    Bruno escapou de um cartão amarelo por uma cotovelada no meio-campista Jorginho, do Arsenal, em uma partida tensa e turbulenta em St James’ Park.

    Willock se envolveu no polêmico gol em que o inglês manteve a bola em jogo próximo à bandeira de escanteio, sem que o VAR conseguisse determinar se havia saído completamente ou não.

    Anthony Gordon marcou o gol da vitória depois que o VAR também verificou se havia falta e impedimento, impondo ao Arsenal sua primeira derrota na liga nesta temporada.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas