Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Cruzeiro já cumpriu suspensão por incidentes em jogo com Coritiba, decide STJD

    Clube celeste recebeu pena de quatro jogos sem torcida, já cumpridos em jogos contra Fortaleza, Vasco, Athletico e Botafogo

    Raposão e raposinha, mascotes do Cruzeiro, em partida no dia 05/11/2023 pelo Brasileirão 2023. (Cruzeiro vs Internacional)
    Raposão e raposinha, mascotes do Cruzeiro, em partida no dia 05/11/2023 pelo Brasileirão 2023. (Cruzeiro vs Internacional) Foto: Flickr/Cruzeiro EC

    Leonardo ParrelaGuilherme Piuda Itatiaia

    Belo Horizonte

    O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) condenou o Cruzeiro, nesta segunda-feira (4), pela confusão generalizada envolvendo seus torcedores no jogo contra o Coritiba, em 11 de novembro, na Vila Capanema, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. A procuradoria do STJD ainda poderá recorrer da decisão ao Tribunal Pleno.

    O voto do relator Ramon Rocha pediu quatro partidas de portões fechados para o clube celeste, além de multa de R$ 51.400,00. O voto do relator foi acompanhado pela maioria da corte. Dois auditores pediram seis jogos de punição, mas acabaram vencidos.

    Rocha ponderou, no entanto, que a pena já foi cumprida nas partidas em que o Cruzeiro não contou com seu torcedor no Mineirão ou nos estádios em que atuou como visitante.

    Como isso aconteceu em cinco jogos do Brasileiro (veja lista abaixo), a Raposa já cumpriu sua pena e poderá ter a volta do torcedor no duelo contra o Palmeiras, na rodada final da Série A, nesta quarta-feira (6), às 21h30, no Gigante da Pampulha. Também não há o que cumprir em 2024.

    Jogos do Cruzeiro após incidentes

    • 18/11 – Fortaleza (Cruzeiro sem torcida visitante no Castelão, em Fortaleza)
    • 22/11 – Vasco (portões fechados no Mineirão, em Belo Horizonte)
    • 27/11 – Goiás (Cruzeiro sem torcida visitante na Serrinha, em Goiânia)
    • 30/11 – Athletico Paranaense (Cruzeiro com torcida no Mineirão, mas Setor Amarelo fechado)
    • 03/12 – Botafogo (Cruzeiro sem torcida visitante no Nilton Santos, no Rio de Janeiro)

    Punições ao Cruzeiro

    • R$ 1 mil por infração do artigo 206 (inciso 3º) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD);
    • R$ 400 por infração do artigo 191 do CBJD;
    • R$ 50 mil por infração ao artigo 206 do CBJD, incisos 1º e 2º;
    • Quatro partidas com detração das realizadas com portões fechados ou sem carga de visitante, para 2024.

    Entenda o caso

    Assim que o Coritiba abriu o placar da partida, já nos minutos finais do jogo pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, dezenas de torcedores do Cruzeiro invadiram o gramado da Vila Capanema. A partir deste momento, os torcedores do clube mandante também conseguiram entrar no campo de jogo.

    Organizadas dos dois clubes entraram em confronto generalizado, que só foi paralisado após a polícia conseguir entrar no gramado. Balas de borracha e bombas de efeito moral foram utilizadas.

    As torcidas de Cruzeiro e Coritiba são historicamente rivais. A principal organizada do clube celeste é aliada dos grupos ligados do Athletico-PR, assim como as organizadas do Atlético-MG são aliadas de torcedores do Coxa.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original