Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Eu não sinto falta do Michael, eu posso vê-lo”, diz Jean Todt sobre Schumacher

    Heptacampeão de Fórmula 1 sofreu uma lesão cerebral em um acidente de esqui em 2013

    Douglas Portoda CNN

    em São Paulo

    O ex-presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) Jean Todt declarou, em entrevista ao canal de televisão RTL, da Alemanha, que mantém contato frequente com o heptacampeão de Fórmula 1 Michael Schumacher, que sofreu um grave acidente enquanto esquiava em 2013.

    “Eu não sinto falta do Michael, eu posso vê-lo”, afirma Todt. O ex-chefe de equipe da Ferrari ainda expõe que “é verdade, eu assisto corridas com Michael”. 

    Ao ver os grandes prêmios ao lado do heptacampeão, Todt diz que ambos colocam o filho do ex-piloto, Mick Schumacher, da Haas, em suas mentes, acima de tudo.

    “Conheço Mick desde que ele nasceu”, revela. “Fiquei tão feliz quando ele terminou nos pontos nas duas últimas corridas”.

    Segundo Todt, a relação com Schumacher e sua família é muito maior que uma simples amizade.

    “Você tem pessoas ao seu redor que são simplesmente especiais. E de certa forma, Michael é muito especial. Corinna, Mick e Gina também se tornaram especiais para mim. Todos eles se tornaram uma família para mim, minha esposa e meu filho”, explica.