Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Fernando Diniz se despede das Eliminatórias em clássico contra a Argentina

    Treinador só tem contrato até meados de 2024 e confronto desta terça (21), no Maracanã, deve ser o último em jogo oficial

    Fernando Diniz em jogo da Seleção
    Fernando Diniz em jogo da Seleção Vitor Silva/CBF

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    Se o roteiro que a CBF traçou para a Seleção Brasileira até a Copa do Mundo de 2026, na América do Norte, não sofrer abalos, Fernando Diniz fará nesta terça-feira (21) no Maracanã, sua última partida como treinador do Brasil nas Eliminatórias.

    E a despedida de jogos oficiais será contra o maior rival do país, a atual campeã do mundo Argentina, que terá Lionel Messi em campo. E num momento ruim da Seleção, que não vence há três jogos, com duas derrotas seguidas, pior retrospecto desde 2014.

    O plano da CBF é que o técnico italiano Carlo Ancelotti, atualmente no Real Madrid, assuma o Brasil em junho do ano que vem. Se de fato chegar, será ele que estará no banco de reservas em setembro de 2024, quando as Eliminatórias da Copa voltarem.

     

     

    Em março, Diniz será o treinador em amistosos contra Inglaterra, dia 23, em Londres, e Espanha, em data a ser divulgada. Em junho, a ideia da CBF é que Ancelotti já comande o time na Copa América dos Estados Unidos.

    Por isso, para Diniz, bater a Argentina, campeã do mundo, com um dos melhores da história em campo, será importante para o legado que deixará em sua passagem pela Seleção.

    Colocar o Brasil em melhor posição nas Eliminatórias quando seu sucessor chegar também é importante. Atualmente o país é apenas o quinto colocado, com duas vitórias, um empate e duas derrotas.

    “Não penso que pode ser o último jogo. Penso a cada partida, no momento. Penso na oportunidade grande de estar nessa partida, no Maracanã, onde todo mundo sonha estar com a Seleção. É importante disputar o jogos como esse, estou feliz e honrado com isso”, disse Diniz.

    Jesus no ataque

    Gabriel Jesus vai assumir o lugar do lesionado Vinícius Júnior no ataque. O jogador do Real Madrid sofreu uma lesão muscular na derrota para a Colômbia, 2 a 1, na quinta-feira (16), e só voltará a jogar em fevereiro de 2024.

    A comissão técnica do Brasil foi quem bancou a convocação de Jesus, apesar de o Arsenal garantir que o atacante não tinha condições de jogo devido a uma lesão muscular. O atacante, no entanto, foi liberado pelo departamento médico da CBF e será titular frente à Argentina.

    Na lateral esquerda, por opção técnica, Carlos Augusto ganhou a disputa com Renan Lodi. A defesa foi o setor que mais sofreu contra os colombianos. Com isso Carlos Augusto, da Inter de Milão, que já havia sido titular na derrota de 2 a 0 para o Uruguai, em Montevidéu, em outubro, terá mais uma chance.

    Messi e mais dez

    Lionel Messi certamente estará em campo. Mas o outro Lionel da Seleção da Argentina, Scaloni, o treinador, pode promover mudanças no time para enfrentar o Brasil.

    Uma possibilidade é a saída de Julián Álvarez, do Manchester City, para a entrada de Lautaro Martinez, da Inter de Milão. Outro que pode retornar à equipe titular é o experiente Angel Dí Maria, 35 anos e atualmente no Sporting de Lisboa. Nico González, da Fiorentina, deixaria o time nessa configuração.

    Scaloni pode fazer também uma alteração no meio de campo. Há possibilidade de que Paredes, da Roma, ocupe o lugar de Mac Allister, do Liverpool.

    Brasil x Argentina

    Brasil: Alisson; Emerson Royal, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Carlos Augusto; André e Bruno Guimarães; Rodrygo, Raphinha, Gabriel Jesus e Martinelli. Técnico: Fernando Diniz

    Argentina: Emiliano Martínez; Molina, Cristian Romero, Otamendi e Tagliafico; De Paul, Enzo Fernández e Mac Allister (Paredes); Dí María (Nico González), Messi e Lautaro Martínez (Julián Álvares). Técnico: Lionel Scaloni

    Motivo: 6ª rodada das Eliminatórias para a Copa de 2026
    Data e horário: 21 de novembro de 2023 (terça-feira), às 21h30 (de Brasília)
    Local: Maracanã, no Rio

    Árbitro: Piero Maza (Chile)
    Auxiliares: Cláudio Urrutia e Miguel Rocha (ambos do Chile)
    Árbitro de vídeo: Juan Lara (Chile)

    Onde Assistir

    TV: Globo, SporTV

    Streaming: Globoplay, ge.com


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original