Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fernando Scheffer surpreende e conquista o bronze na natação

    Brasileiro chegou à final com o oitavo melhor tempo, mas se manteve na frente em toda a final dos 200m livre

    Paulo Junior, colaboração para a CNN

     

    Fernando Scheffer é o nome da quarta medalha brasileira nas Olimpíadas. Depois de dois pódios no skate e um no judô, o nadador levou o bronze na disputa dos 200m livre na noite desta segunda-feira (26).

    Ele passou à final com o oitavo tempo e tinha uma inspiração clara num ícone da natação brasileira. Em 1996, Gustavo Borges, até então o único brasileiro a ter sido finalista desta prova, tinha o sétimo melhor tempo, mas cresceu na hora decisiva e saiu com a prata.

    “Só queria fazer a minha prova, tentar colocar na água tudo que treinei e nadar feliz. Aproveitar cada metro. É uma sensação muito especial, parece que estou sonhando ainda”, disse à TV Globo na saída da piscina.

    Quem é Fernando Scheffer

    Scheffer é gaúcho, nascido em Canoas, tem 23 anos e defende o Minas Tênis Clube. Ele chegou a Tóquio como atual campeão dos Jogos Pan-Americanos de 2019, mas no Mundial do mesmo ano acabou fora da final, com tempo bem próximo do último classificado.

    Fernando Scheffer pula na piscina do Centro Aquático de Tóquio
    Scheffer não era favorito, mas nadou sempre entre os primeiros na final
    Foto: David Josek / AP

    Em Tóquio, a prova vinha sendo marcada por muito equilíbrio, sem um grande nome que se descolasse muito dos outros. Por isso, mesmo passando no limite para a decisão e não chegando como um dos favoritos, o brasileiro não poderia ser totalmente descartado.

    Na eliminatória, ele já havia batido o recorde sul-americano pela terceira vez, e para a final ele conseguiu melhorar ainda mais essa marca. Fez 1:44.66, atrás de dois britânicos: Tom Deam com o ouro e Duncan Scott com a prata.

    Depois das medalhas em Pequim e Londres, três de César Cielo e uma de Thiago Pereira, o Brasil não havia chegado ao pódio nas piscinas do Rio de Janeiro (só um bronze de Poliana Okimoto na maratona aquática, em águas abertas). 

    Leo de Deus na final

    O Brasil está garantido em mais uma final olímpica. Leonardo de Deus, nos 200m borboleta, foi segundo em sua semifinal na noite desta segunda (26) e se garantiu entre os oito melhores para nadar na decisão. Na tabela geral, ele avançou também com o segundo melhor tempo, atrás apenas do húngaro Kristof Milak.

    A final acontece na noite de terça-feira no horário brasileiro, a partir de 22h49. Leo é o segundo brasileiro a chegar na decisão desta prova, depois de Kaio Márcio terminar no sétimo lugar em Pequim, em 2008.

    Fernando Scheffer, da natação, levou o bronze nos 200m livres
    Fernando Scheffer levou o bronze nos 200m livre
    Foto: Matthias Schrader/AP