Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Fortaleza rompe relações com organizadas envolvidas em briga

    Decisão do clube foi unânime, assinada pela Diretoria Executiva, Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Conselho de Ética

    Vários torcedores foram detidos após a briga
    Vários torcedores foram detidos após a briga Reprodução/Redes sociais

    Maria Fernanda Ramos, Marcel Rizzoda Itatiaia

    O Fortaleza rompeu relações com as torcidas organizadas envolvidas na briga na arquibancada da Neo Química Arena, na última terça-feira (26), durante a partida contra o Corinthians pela Copa Sul-Americana. Em comunicado emitido neste sábado (30), o clube informou que a decisão do rompimento com a ‘Leões da TUF’ e a ‘Jovem Garra Tricolor’ foi unânime.

    Imagens da briga durante a partida viralizaram nas redes sociais. As duas organizadas são rivais históricas e costumam ficar distantes nos jogos na Arena Castelão, para evitar confrontos.

    Em nota, o Fortaleza divulgou algumas medidas medidas que serão tomadas em relação aos infratores, sendo elas:

    • banimento dos identificados dos jogos do Fortaleza;
    • suspensão da venda de ingressos nas sedes das organizadas, do licenciamento de produtos e quaisquer apoios logísticos ou estruturais para as referidas denominações de torcedores;
    • expulsão dos infratores do quadro de sócio-torcedores, caso seja associado ao clube;
    • proibição do uso da marca “Fortaleza Esporte Clube” e símbolos oficiais do clube por parte das torcidas TUF e JGT, sob pena de multa.

    Além disso, o Fortaleza também não reconhecerá a existência institucional das duas organizadas.

    “Temos a certeza de que o verdadeiro torcedor do Fortaleza Esporte Clube apoia o rompimento total e completo para com as referidas torcidas e o banimento dos envolvidos de todas as praças esportiva”, finalizou o clube, em decisão assinada pela Diretoria Executiva, Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Conselho de Ética.

    Briga entre organizadas

    Dezenas de torcedores do Fortaleza deixaram a Neo Química Arena, em São Paulo, na última terça-feira (26), detidos após brigarem na arquibancada, antes e durante o 1 a 1 entre Corinthians e Fortaleza. O jogo foi válido pela ida da semifinal da Copa Sul-Americana.

    O primeiro confronto ocorreu mais de uma hora antes da partida, e chamou a atenção dos corintianos que já haviam entrado na arena. A segunda foi com a bola rolando, e houve intervenção da Polícia Militar de São Paulo. O número de torcedores detidos não foi divulgado.

    Leia a nota na íntegra:

    “Sobre os recentes casos de violência envolvendo integrantes das torcidas organizadas, o Fortaleza Esporte Clube comunica o rompimento de toda e qualquer relação do Clube com as entidades TUF e JGT.

    Concretamente:

    1. No que depender do Fortaleza Esporte Clube, os integrantes das torcidas organizadas identificados nos episódios de violência serão banidos e não poderão mais frequentar jogos do Clube.

    Contamos com o apoio do poder público para a efetivação do banimento e estamos dispostos a auxiliar na identificação dos criminosos, bem como a ceder quaisquer imagens que colaborem com o processo.

    2. Como consequência desta medida, estão suspensas a venda de ingressos nas sedes das agremiações TUF e JGT, o licenciamento de produtos e quaisquer apoios logísticos ou estruturais para as referidas denominações de torcedores.

    3. Caso seja associado ao Fortaleza Esporte Clube, o criminoso identificado será sumariamente expulso do Quadro de Sócios.

    4. O Clube também entrará com as medidas judiciais cabíveis para proibir a utilização da marca Fortaleza Esporte Clube por parte das torcidas TUF e JGT. Estas torcidas não mais poderão fazer uso de símbolos oficiais do clube, sob pena de multa e das devidas sanções legais.

    5. A partir da presente data, o Fortaleza não mais reconhece a existência institucional de TUF e JGT.

    As medidas acima têm efeito imediato.

    Temos a certeza de que o verdadeiro torcedor do Fortaleza Esporte Clube apoia o rompimento total e completo para com as referidas torcidas e o banimento dos envolvidos de todas as praças esportivas.

    Fortaleza, 30 de setembro de 2023.

    Decisão coletiva e unânime de todos os órgãos eleitos pelo Clube.

    Diretoria Executiva

    Conselho Deliberativo

    Conselho Fiscal

    Conselho de Ética”

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas