Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Técnico do Botafogo vê início de Carioca como pré-temporada e irá “rodar o elenco”

    Tiago Nunes avalia preparação do Botafogo e vê “potencial de crescimento” para a equipe em 2024

    Tiago Nunes. Botafogo x Madureira pelo Campeonato Carioca no Estadio Niltos Santos. 17 de Janeiro de 2024, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
    Tiago Nunes. Botafogo x Madureira pelo Campeonato Carioca no Estadio Niltos Santos. 17 de Janeiro de 2024, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo

    Matheus Dantasda Itatiaia

    Rio de Janeiro

    Em entrevista após a estreia com vitória do Botafogo sobre o Madureira, no Campeonato Carioca, Tiago Nunes evitou fazer avaliações mais profundas sobre a atuação do time.

    Lembrando que o elenco se apresentou há 10 dias, o treinador colocou o início do Estadual como parte da pré-temporada e promete rodar o grupo nos próximos jogos.

    “Qualquer avaliação que eu faça hoje vai ser um pouco superficial, está muito contaminada pela preparação inicial, pela parte física. Temos sete dias apenas de trabalho de campo, muitos jogadores ainda bem aquém na parte física. De forma geral, penso que conseguimos uma boa consistência até os 10, 15 minutos do segundo tempo, e depois disso houve uma queda natural para uma equipe sem ritmo, que está começando a adquirir uma identidade. As substituições foram pensando na parte física. Penso que temos uma margem de crescimento muito grande”, afirmou Tiago Nunes.

    “Nesse início de temporada vou rodar muito o elenco, vou fazer bastante trocas, para o jogo contra o Bangu já vai ser praticamente outro time, porque a preparação continua. Estamos encarando esses primeiros jogos como parte da pré-temporada. O grupo está treinando agora (durante a entrevista coletiva), quem jogou menos está lá fazendo trabalho técnico, tático, físico, já pensando no jogo contra o Bangu”, completou o treinador.

    Nesta primeira partida de 2024, Tiago Nunes manteve a formação com três zagueiros, mas o time apresentou novidades em relação ao fim de 2023. Não apenas pelas estreias de Lucas Halter, Alexander Barboza e Jeffinho – três dos seis reforços confirmados -, mas também pelos posicionamentos de Danilo Barbosa e Victor Sá e a titularidade de Hugo, por exemplo.

    Tiago Nunes falou sobre como buscará utilizar atletas em funções não habituais – foi o caso de Victor Sá na ala direita nesta quarta -, ressaltando que é “preciso ter um olhar mais amplo para o jogador”.

    “Eu tenho cuidado de respeitar a história do jogador. Mas ao mesmo tempo eu tenho um olhar para o futebol diferente do número da camisa. Olho mais para a característica e para a função que ele pode exercer pela característica que tem. Para mim, é um atleta de futebol e deveria saber jogar em mais de uma posição. Saber dominar a bola, ocupar diferentes espaços de campo”, avaliou Nunes.

    “Tem sido uma lógica desde que eu cheguei aqui para que a gente tenha um olhar mais amplo para o jogador. Tem uma série de avaliações que estamos fazendo justamente para ver como eles reagem em posições diferentes. É um período de testes. De sistema, de jogadores que vão rodar em posições diferentes. Para que a gente possa projetar o ano. O que não vai mudar é que vai ser uma equipe competitiva e que vai tentar propor o jogo. Fazia um tempo que a gente não vencia, que não saía sem tomar gol. Faz parte da visão que a gente vai ter ao longo da temporada”, finalizou.

    O Botafogo volta a campo pela segunda rodada da Taça Guanabara no sábado (20), às 16h, novamente no Estádio Nilton Santos. O adversário será o Bangu.

    Além de Halter, Barboza e Jeffinho, que atuaram nesta quarta, o Botafogo vive a expectativa de ter os demais reforços em campo nas próximas rodadas. John já está integrado ao elenco, Savarino desembarcou no Rio nesta manhã e Wilson Manafá é aguardado na quinta (18).

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original