Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Jogo entre Cruzeiro e Fluminense terá homenagem a Fábio; entenda

    Mineirão celebra 500 jogos pós-reforma e dará "Chave dos Vestiários" a Fábio, jogador com maior número de partidas no estádio

    BRASIL / VARGINHA - 04.03.2020 - Cruzeiro joga com o BOA Esporte, no estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG) em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil de 2020.
    BRASIL / VARGINHA - 04.03.2020 - Cruzeiro joga com o BOA Esporte, no estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG) em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil de 2020. Foto: Douglas Magno/Light Press/Cruzeiro

    Pedro Leiteda Itatiaia Belo Horizonte

    A partida entre Cruzeiro e Fluminense desta quarta-feira (19), às 21h30 (de Brasília), contará com um “gostinho” especial.

    O jogo marcará o duelo de número 500 no Mineirão pós-reforma. O confronto em Belo Horizonte será válido pela 10ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

    Para homenagear a marca, as duas entrarão em campo com um selo comemorativo (patch) em suas camisas. Já o goleiro Fábio, ídolo do Cruzeiro que está no Fluminense, receberá a “Chave dos Vestiários” antes da partida.

    Com 405 jogos, o experiente jogador foi o atleta que mais vezes entrou em campo no estádio.

    Fábio atuou 177 vezes no antigo Mineirão, enquanto jogou outros 228 confrontos após a reforma. Ao todo, são 398 partidas com a camisa celeste, três pelo tricolor carioca e quatro pelo Vasco.

    O goleiro alcançou o posto de jogador com mais jogos da história do Gigante da Pampulha em 2020, quando superou a marca de 348 jogos de Nelinho.

    Carreira

    Fábio, de 43 anos, está no Fluminense desde janeiro de 2022, justamente após defender o Cruzeiro. O goleiro soma mais de 150 jogos com a camisa tricolor, sendo 25 em 2024.

    Ele conquistou Copa Libertadores (2023), Recopa Sul-Americana (2024), Campeonato Carioca (2022 e 2023) e Taça Guanabara (2022 e 2023) pelo Flu.

    Fábio atuou pelo Cruzeiro em duas passagens, entre 1999 e 2000 e de 2005 a 2019. O goleiro deixou o Cruzeiro com 976 partidas e é o jogador que mais vezes vestiu a camisa celeste na história do clube, somando 17 anos de Toca da Raposa.

    As conquistas de Fábio no Cruzeiro foram: dois Brasileirões (2013 e 2014), três Copas do Brasil (2000, 2017 e 2018) e sete Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019).

    O goleiro teve o contrato, que iria até o fim de 2022, rescindido após mudança de gestão, com a criação da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original