Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Marcelo Teixeira chora e diz que Santos não utilizará camisa 10 na Série B

    Teixeira foi eleito, neste sábado (9), presidente do Santos para o triênio 2024-2026 e anunciou a homenagem a Pelé

    Marcelo Teixeira, presidente eleito do Santos, em entrevista coletiva
    Marcelo Teixeira, presidente eleito do Santos, em entrevista coletiva Raul Baretta/ Santos FC.

    Matheus Muratori, Leonardo Parrelada Itatiaia

    Eleito presidente do Santos neste sábado (9), Marcelo Teixeira anunciou que a camisa 10 não será usada pela equipe principal até o time retornar para a Série A do Campeonato Brasileiro. Segundo o dirigente, a ação é uma homenagem a Pelé.

    “Enquanto o Santos não subir, estar no seu degrau, no seu patamar digno, nós não atuamos com a camisa número 10, em memória, em honra. Já que este ano, nós tivemos homenagem do campeonato ao rei Pelé, continuaremos nesta missão”, disse Marcelo Teixeira em entrevista coletiva, logo após vencer o pleito.

    “Nós voltaremos à Primeira Divisão, e, enquanto não voltarmos, o Santos Futebol Clube não utilizará a camisa mais gloriosa de sua história, a camisa número 10”, completou, emocionado.

    O Santos foi rebaixado este ano para a Série B ao terminar o Brasileirão na 17ª posição, com 43 pontos. Em 2024, além da Segunda Divisão, o Alvinegro Praiano disputará também o Campeonato Paulista.

    Pelé

    Primeiro grande camisa 10 da história do futebol, Pelé morreu em 29 de dezembro de 2022, aos 82 anos, em São Paulo. O Rei do Futebol marcou época como um dos principais atletas da história, com três conquistas de Copa do Mundo pela Seleção Brasileira, em 1958, 1962 e 1970.

    Pelé atuou pelo Santos de 1956 a 1974, com 1116 jogos totais e 1091 gols, e conquistas como Mundial de Clubes, em 1962 e 1963; Copa Libertadores, nos mesmos anos; e Campeonato Brasileiro/Taça Brasil/Torneio Roberto Gomes Pedrosa em 1961, 1962, 1963, 1964, 1965 e 1968.

    Depois, Pelé atuou pelo New York Cosmos e fez 111 partidas, com 65 gols. Pela Seleção Brasileira, foram 114 jogos e 95 gols, de 1957 a 1971.

    Eleição

    Marcelo Teixeira retorna ao cargo após 14 anos para substituir Andrés Rueda, que liderou a campanha do rebaixamento do clube à Série B.

    A eleição recebeu votos presenciais, em Santos, e por um sistema online. Na votação física, houve registro de confusão. Uma organizada tentou invadir o local de votação para para ameaçar o presidente do Conselho Deliberativo, Celso Jatene. A situação só foi controlada após a entrada do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

    Foram 1.762 votos presenciais, com vitória tranquila de Marcelo Teixeira. Ele recebeu 1.270 votos. Na plataforma online, o novo presidente do Peixe também registrou ampla vantagem e foi escolhido por 4.762 santistas. A segunda colocação do pleito ficou com a chapa encabeçada por Maurício Maruca (1.378 votos).


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original