Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Paris Saint-Germain condena protestos dos torcedores contra Neymar e Messi

    Segundo o PSG, "quaisquer que sejam as diferenças de opinião, nada justifica tais ações"; Situação de craques segue indefinida no clube francês

    Torcedores pedem saída de Neymar do PSG em frente à casa do jogador
    Torcedores pedem saída de Neymar do PSG em frente à casa do jogador Reprodução/Twitter/ParisienTimes

    Ben Morseda CNN

    O Paris Saint-Germain construiu um elenco de jogadores cheio de estrelas – notavelmente Lionel Messi, Neymar Jr. e Kylian Mbappé – mas em meio a discórdias recentes no clube parisiense, dois desses triunviratos de ataque foram alvo de uma seção de torcedores.

    “O Paris Saint-Germain condena veementemente as ações intoleráveis e insultuosas de um pequeno grupo de indivíduos ocorridas na quarta-feira”, disse o clube parisiense em comunicado, depois que vídeos surgiram nas redes sociais mostrando um grupo de torcedores reunidos do lado de fora da casa do brasileiro cantando: – Neymar, sai! Neymar, sai fora!

    Vídeos nas mídias sociais também mostraram torcedores reunidos do lado de fora da sede do PSG dirigindo cânticos nada amistosos ao vencedor da Copa do Mundo, Lionel Messi.

    Na quarta-feira, o PSG suspendeu Messi por duas semanas após uma viagem não autorizada do argentino do time para tratar de assuntos pessoais, de acordo com uma fonte do clube. A fonte disse que Messi faltou ao treino de segunda-feira para participar de eventos promocionais fora da França. A viagem de Messi foi para a Arábia Saudita, de acordo com vários relatórios.

    O contrato de Messi com o PSG termina em 30 de junho de 2023 e sua viagem à Arábia Saudita ocorre em meio a vários relatos de que o jogador de 35 anos não permanecerá no clube parisiense.

    “Quaisquer que sejam as diferenças de opinião, nada justifica tais ações”, acrescentou o PSG em comunicado. “O Clube dá todo o seu apoio aos seus jogadores, ao seu staff e a todos os alvos de tal comportamento vergonhoso.”

    Neymar jogou apenas 20 vezes pelo PSG na liga francesa nesta temporada, marcando 13 vezes, antes de ser descartado pelo resto da temporada em março devido a uma lesão no tornozelo. O jogador de 31 anos sofreu ainda mais frustração com a Seleção Brasileira, ao perder para a Croácia nas quartas de final da Copa do Mundo de 2022.

    Enquanto isso, Messi continuaria e venceria seu outro companheiro de equipe, Mbappé, na final, quando a Argentina venceu a França. Durante a passagem de Neymar por Paris e desde a chegada de Messi, o PSG tem vencido rotineiramente a Liga Francesa e é provável que o faça novamente nesta temporada, mas a principal ambição do clube – a Liga dos Campeões – permaneceu fora de alcance, com a equipe sofrendo inúmeras derrotas.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original