Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Ramon Dino quer “reinar” no Mr. Olympia e pensa em mudar de categoria

    Brasileiro atualmente compete na Classic Physique e foi campeão do Arnold Classic Ohio deste ano

    Beatriz Consolinda CNN

    No dia 4 de novembro, o brasileiro Ramon Dino foi 2º colocado do Mr. Olympia, principal torneio de fisiculturismo do mundo, na categoria Classic Physique, atrás apenas do canadense Chris Bumstead.

    O atleta de 28 anos de idade nascido no Acre é um dos principais nomes do fisiculturismo brasileiro e mundial. No ano passado, o top 2 do torneio, que existe desde 1965, havia sido o mesmo da atual edição.

    O evento não teve transmissão brasileira. Os fãs só puderam acompanhar o campeonato pelo portal oficial do Mr. Olympia e pelo valor mínimo de 39,99 dólares (R$197,55 na cotação atual).

    Ainda assim, o torneio e a participação do brasileiro tiveram grande repercussão. O canal do fisiculturista Renato Cariane fez um “react” do evento, com atletas assistindo ao campeonato e comentando (sem mostrar imagens), e contou com mais de 400 mil espectadores simultâneos. O nome do brasileiro também ficou entre os assuntos mais comentados do X, antigo Twitter.

    “Eu ainda não parei muito para ficar procurando (repercussão). Fiquei sabendo de algumas coisas, mas acho isso muito legal, saber que a gente está levando o nome do esporte, o nome do Brasil para fora, espero fazer isso da melhor forma futuramente, trazer o ouro para o Brasil e poder, por anos, reinar na Classic Physique (categoria em que ele disputa)“, declarou. 

    Ramon Dino em outra categoria?

    Mudar de categoria não está nos planos para agora, mas é uma possibilidade para o final da carreira.

    Não tenho vontade (de mudar de categoria), porque é muito esforço para a categoria em que eu estou, mas seria um plano de fim de carreira, eu iria subir na categoria Open, que está acima da Classic, iria finalizar a carreira ali”, explica. 

    Motivado para o próximo Mr. Olympia

    Ter ficado em 2º lugar esse ano me motiva. Sabe jogo de videogame que tem “tentar novamente”? Minhas vidinhas não acabaram totalmente, eu tenho chances de tentar de novo com mais gás ainda, porque a gente conseguiu o segundo lugar e trouxe uma evolução nítida no palco em vários aspectos. Foi muito bom me motivar e continuar fazendo isso com a maior potência possível.  

    Futuro do fisiculturismo

    Posso garantir que vai crescer. Hoje a gente vê até criança competindo em categorias para crianças. É muito legal ver pessoas menores que a gente, às vezes nem entendem de verdade o que é aquilo, mas já sentem a pegada de querer subir no palco, fazer pose, fazer apresentação, treinar. Digo que sim, vai crescer muito, já está crescendo, já começou. 


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas