Centenário da Semana de 22 contribui com reflexões sobre a cultura brasileira

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um balanço do legado e da influência do evento de cem anos atrás nos rumos da produção artística no país

Da CNN Brasil*

Em São Paulo

Ouvir notícia

Sob o comando de Mário de Andrade, Anita Malfatti, Menotti Del Picchia, Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral, a Semana de Arte Moderna de 1922 é considerada um marco do modernismo no país. Inspirado na quebra de padrões estéticos em curso na Europa, o movimento dos modernistas de São Paulo pregava a busca pela criação de manifestações artísticas genuinamente brasileiras.

Ao longo do tempo, a Semana de 22 também passou a ser alvo de críticos, que apontam que uma visão moderna da arte já existia antes em outros lugares do Brasil, fora de São Paulo, e que o contexto atual exige elementos que ficaram de fora do evento de cem anos atrás, como a representatividade e a participação de grupos excluídos do debate cultural naquela época.

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um balanço das reflexões desencadeadas pela celebração do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922. Para descrever o legado e os detalhes que tornaram o evento um capítulo marcante da história da cultura brasileira, participa deste episódio a repórter da CNN Brasil Paula Martini, que apresenta o podcast especial Semana de 22 – Bem mais que o modernoso.

Conheça outros podcasts da CNN Brasil:

Horário de Brasília

5 Fatos

À Prioli

Entre Vozes

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

Podcast E Tem Mais, com apresentação de Carol Nogueira
Podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã / CNN Brasil

(* Publicado por Diego Toledo)

Mais Recentes da CNN