Espanha reduz restrições de isolamento para quase 70% da população

Regiões de Madri e Barcelona continuarão com limitações, mas com algumas medidas de alívio, disse o Ministério da Saúde espanhol

Da CNN, em Madri, Lisboa e Londres
15 de maio de 2020 às 22:58
Fila com distanciamento social na entrada de supermercado em Madri
Foto: Susana Vera - 29.mar.2020/Reuters

Como parte do processo de relaxamento das medidas de isolamento social na Espanha, 70% da população do país terá agora menos restrições na fase um.

Os outros 30% da população -- principalmente nas duas maiores cidades espanholas, Madri e Barcelona -- permanecem na fase zero, mas com algumas medidas de alívio, disse o ministro da Saúde, Salvador Illa, durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (15).

Antes das mudanças mais recentes, pouco mais da metade da população da Espanha já estava na fase um desde o dia 11 de maio.

Illa e o diretor de Emergências em Saúde, Fernando Simón, explicaram que a região de Madri, que inclui a capital espanhola e as cidades vizinhas, permanecerá na fase zero como precaução, apesar das melhorias na redução de casos de coronavírus e na detecção rápida de novos.

"É uma região (Madri) que tem uma situação de mobilidade e características de conexão com o resto da Espanha e Europa com vôos e conexões internacionais. É uma situação muito particular que precisamos levar em consideração", afirmou Simón.