Número de mortos em desabamento na Flórida sobe para 86

Na segunda-feira (5), um dia após a demolição da parte permanente das Torres Champlain South, 28 pessoas estavam confirmadas como mortas

Aya Elamroussi e Ray Sanchez, da CNN
10 de julho de 2021 às 15:41 | Atualizado 10 de julho de 2021 às 21:09

O número de mortos em Surfside, Flórida, no colapso da torre do condomínio subiu para 86 neste sábado (10), enquanto os esforços de recuperação foram brevemente interrompidos após um raio, disseram autoridades.

As equipes de busca têm recuperado as vítimas mais rapidamente agora que uma parte da torre que permaneceu de pé foi demolida e não corre mais risco de colapsar, de acordo com o Florida Fire Marshall e o diretor financeiro Jimmy Patronis.

Na segunda-feira (5), um dia após a demolição da parte permanente das Torres Champlain South, o número de mortos era de 28. O prédio desabou parcialmente em 24 de junho.

Na manhã de sábado, o número de mortos chegou a 86 depois que mais vítimas foram recuperadas dos escombros, disse a prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava, durante uma entrevista coletiva. 

62 das 86 vítimas foram identificadas e 61 familiares notificados, com 211 pessoas contabilizadas e 43 outras potencialmente desaparecidas, de acordo com a prefeita.

Operações de resgate nos escombros do desabamento de parte da Champlain Tower, em Surfside, na Flórida
Foto: Tayfun Coskun/Anadolu Agency via Getty Images

 

As autoridades estão cruzando nomes de uma lista de residentes com os Correios dos Estados Unidos e informações sobre a carteira de motorista, disse Levine Cava.

“Nós só podemos realmente contabilizar uma pessoa desaparecida que já morreu depois que a identificação for feita”, disse a prefeita.

10 vítimas adicionais foram identificadas, de acordo com um comunicado do Departamento de Polícia de Miami-Dade no sábado. Duas outras vítimas — de 5 e 44 anos — não foram identificadas publicamente a pedido da família, de acordo com o comunicado.

O esforço de recuperação foi interrompido brevemente após o ataque de um raio

As equipes no local pararam seu trabalho brevemente na manhã de sábado por causa da iluminação, mas os esforços de recuperação foram retomados em uma hora, disse Levine Cava. O trabalho continuará apesar das chuvas esperadas ao longo do dia.

O chefe do Departamento de Resgate de Bombeiros de Miami-Dade, Alan Cominsky, disse que o prazo para a conclusão dos esforços de recuperação era de 14 a 21 dias.

O prefeito de Surfside, Charles Burkett, disse que as equipes de remoção de entulho da seção do prédio recentemente demolida podem concluir seu trabalho "muito mais cedo do que muitos esperavam".

Burkett descreveu o progresso na remoção de destroços como intenso, dizendo que "grande parte da pilha original está no nível do solo ou abaixo".

A cidade está criando um fundo para empresas do centro afetadas pelos esforços de recuperação, disse Burkett.

Patronis disse que as tripulações estão prestando a mesma atenção à importância da tarefa.

"Uma coisa que posso garantir é que os cães ainda estão no local. O equipamento infravermelho ainda está sendo usado. As câmeras ainda estão sendo usadas. As forças-tarefa que estão aqui têm o mesmo nível de habilidade que estavam aqui com Forças-tarefa da FEMA", disse ele. "Eles ainda estão trabalhando. O que está acontecendo agora não é diferente de cinco dias atrás."

Em uma entrevista à CNN, o chefe Nichole Notte, da Força-Tarefa 2 da Flórida, disse que houve um pedágio emocional para todos os trabalhadores.

"Eu sinto que estou cavando fisicamente, mas também estou cavando emocionalmente por mais força para continuar", disse ela.

Foco na investigação

Enquanto isso, as autoridades voltaram mais sua atenção para a investigação e para garantir que outras estruturas na área estejam seguras.

Os especialistas já começaram sua investigação examinando o Champlain Towers North, um prédio irmão que é "substancialmente o mesmo que o prédio que desabou", disse Burkett.

"Já estivemos lá várias vezes. Tiramos amostras. Fizemos o radar de penetração no solo. Estamos tentando determinar a quantidade de aço, a espessura das placas, então estamos tentando compilar todas essas informações e ver exatamente se há alguma indicação de fraqueza", disse Burkett à CNN na sexta-feira (9).

"Conversei com o engenheiro hoje, e ele está pronto para tomar uma decisão assim que receber os resultados de volta e avisar os residentes do prédio se ele acha que estão seguros ou não."

O edifício das torres norte foi evacuado por questões de segurança.

Burkett disse que pediu a outros membros do conselho do condomínio na área que inspecionassem sua estrutura.

"Fornecemos a eles uma série de caixas para verificar a fim de garantir que seus edifícios sejam tão seguros quanto possível, especialmente porque não sabemos por que esse edifício caiu", disse Burkett.

Patronis disse que acha importante que os investigadores comparem as Torres Champlain Norte e Sul.

"Eu os aconselhei a puxar as atas do painel Champlain Towers North nos últimos 40 anos e comparar com as atas do Sul e ver se ambos os conselhos fizeram os mesmos investimentos nos últimos 40 anos."

Mais preocupações estruturais em outro lugar

Os funcionários de um prédio do governo local foram aconselhados a trabalhar em casa por razões de segurança.

Todos os funcionários do Tribunal do Condado de Miami-Dade foram orientados a iniciar imediatamente um protocolo de trabalho em casa na sexta-feira, após preocupações de segurança reveladas no relatório de um engenheiro do prédio, de acordo com um comunicado de autoridades locais.

O relatório constatou problemas de segurança com vários andares e recomenda-se que os andares 16 e acima sejam fechados ao pessoal enquanto os reparos são concluídos, disse Levine Cava, o juiz-chefe do Tribunal de Circunscrição Nushin G. Sayfie e o escrivão dos tribunais Harvey Ruvin em um comunicado conjunto.

"Seguindo este relatório, estamos tomando todas as precauções necessárias e direcionando todos os funcionários do Tribunal de Justiça da 73 W Flagler Street para trabalhar em casa, começando imediatamente enquanto os reparos podem ser concluídos", disseram autoridades de Miami-Dade no comunicado. "Durante o último ano durante a pandemia, todos os funcionários do Tribunal já estavam trabalhando remotamente e só recentemente retornaram ao prédio, e estamos agindo rapidamente para reativar nosso plano de trabalho remoto."

Na semana passada, os residentes em Crestview Towers em North Miami Beach também foram solicitados a evacuar depois que um relatório determinou que o prédio do condomínio era estruturalmente e eletricamente inseguro com base em um relatório de recertificação de inadimplentes para o prédio de quase 50 anos, o gerente da cidade Arthur H. Sorey III disse anteriormente.

Como o engenheiro está examinando o edifício

Allyn Kilsheimer, uma engenheira estrutural contratada pela cidade de Surfside para investigar o colapso levou a CNN em um tour pela Champlain Tours North na sexta-feira.

Kilsheimer disse que sua equipe está na torre norte há dois dias, usando radar de penetração no solo para verificar a espessura do concreto e coletar amostras.

Kilsheimer disse que não viu nada que o preocupasse.

"O que estou procurando é qualquer coisa que me avise para tirar as pessoas do prédio", disse ele. "Eu não vi nada parecido neste momento."

Outros prédios da região receberão em breve cartas do prefeito aconselhando-os a tomar as providências necessárias para garantir a segurança dos edifícios aos moradores, de acordo com cópia da carta obtida pela CNN.

Independentemente da idade da construção, a cidade recomenda a contratação de um engenheiro para revisar os desenhos estruturais e os subsolos, bem como um engenheiro geotécnico para examinar a fundação.

"As recomendações são feitas com muita cautela, com base no status atual da investigação", disse a carta. "Eles têm como objetivo servir como uma metodologia provisória para proporcionar aos residentes um pouco de paz de espírito até que a investigação forense avance mais."

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).