Afeganistão: 12 pessoas morrem após tumulto e tiros no aeroporto de Cabul

Segundo um oficial do Talibã, algumas mortes foram causadas por pisoteamento durante a correria ao aeroporto Hamid Karzai; outras pessoas foram mortas a tiros

Sarah Dean, da CNN, em Londres

Ouvir notícia

Um total de 12 pessoas foram mortas dentro e ao redor do aeroporto internacional Hamid Karzai desde que o Talibã assumiu o controle da capital no último domingo (15), informou a Reuters nesta quinta-feira (19), citando fontes da Otan e oficiais do Talibã.

Citando um oficial do Talibã não identificado, a Reuters relata que as mortes foram causadas por correria de pessoas que tentavam entrar no aeroporto na esperança de embarcar em um vôo de evacuação e acabaram pisoteadas. Já outras foram atingidas por tiros enquanto estavam nas redondezas.

A CNN não conseguiu verificar os relatos de forma independente. Cenas desesperadoras se desenrolam no aeroporto de Cabul desde que o Talibã assumiu a cidade no domingo.

Nesta segunda-feira (16), centenas de pessoas correram para a pista de pouso e decolagens em busca de um voo. Um vídeo mostrando afegãos agarrados à fuselagem de um avião militar dos EUA enquanto ele taxiava viralizou no mundo inteiro.

O Escritório de Investigações Especiais da Força Aérea dos Estados Unidos abriu uma investigação sobre restos humanos encontrados no compartimento próximo das rodas de um avião C-17 que decolou do aeroporto, disse a Força Aérea em um comunicado nesta terça-feira.

A situação continua se deteriorando no aeroporto e em seu perímetro, que está sob controle do Talibã. Nesta quarta-feira à noite, fortes explosões – talvez causadas por bombas de choque ou granadas – e o que parecia ser gás lacrimogêneo foram gravadas em vídeo.

Dezenas de pessoas são vistas tentando entrar no aeroporto, com imagens angustiantes de mães entregando seus bebês a soldados britânicos por meio de arame farpado.

 

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)

Mais Recentes da CNN