Alexandre Garcia: Retirada dos EUA no Afeganistão virou debandada

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista falou sobre tomada do poder pelo Talibã no Afeganistão após retirada de tropas norte-americanas do país

Da CNN

São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião, o jornalista Alexandre Garcia falou sobre a tomada de poder pelo Talibã no Afeganistão. No domingo (15), o grupo islâmico invadiu o palácio presidencial localizado na capital Cabul. O prédio foi desocupado por funcionários do governo, incluindo o ex-presidente Ashraf Ghani, que fugiu do país.

“O que era pra ser uma retirada dos americanos, virou debandada. Lembrou muito Saigon em outros tempos”, avaliou Garcia. “Os americanos não aprenderam a lição do Vietnã, como não aprenderam, no Vietnã, a lição que os franceses deixaram. Não aprenderam no Afeganistão a lição que os britânicos deixaram, e que os soviéticos deixaram, e foram tentar também — e se deram mal”, completou.

“[Os EUA] estão mantendo o perímetro do aeroporto, mas se os militares tivessem ouvido os diplomatas no Afeganistão, certamente, seria diferente. Não foi uma retirada como a que Churchill fez em Dunkirk, foi desorganizada e, infelizmente, com perdas de vidas”, disse o jornalista. “E o Talibã voltando a implantar um regime em que as mulheres não tem sequer cidadania, não podem exercer trabalho fora de casa e têm que usar a burca”, afirmou Garcia.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Publicado por Evandro Furoni

O jornalista Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião – Reprodução/CNN Brasil (21.ago.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN