‘As pessoas estão com medo’: como é a vida em cidades tomadas pelo Talibã

Avanço do Talibã no Afeganistão impõe medo e insegurança na população de grandes cidades do país; alguns moradores, no entanto, têm evitado críticas ao grupo

Lauren Said-Moorhouse, CNN

Ouvir notícia

O Talibã obteve ganhos significativos em todo o Afeganistão ao longo da última semana e, neste momento, tem o controle de metade das capitais de província do país – incluindo Cabul

Outras grandes cidades do país como Kandahar, Herat e Kunduz estão entre as que, agora estão, sob o controle do grupo.

A CNN conversou com afegãos em Herat e Kunduz, onde alguns relatam que o Talibã trouxe uma sensação de silêncio após semanas de combates – já outros residentes expressaram medo.

Ismahel, um dos entrevistados pela CNN, é um lojista de 40 anos que vive na cidade de Herat, a terceira maior cidade do Afeganistão e um importante centro urbano no oeste do Afeganistão. 

Ele disse à CNN que a normalidade está voltando à cidade após o tumulto durante a tomada pelo Talibã, que aconteceu na noite da última quinta-feira.

“[A] cidade inteira voltou ao normal, as pessoas estão vivendo normalmente, as lojas estão todas abertas”, disse Ismahel, acrescentando que viu mulheres vestidas com burcas retomando seu cotidiano também.

Ele se lembrou de um amigo que visitou sua loja na última quinta-feira, alertando sobre a invasão do Talibã e sugerindo que eles fugissem da cidade.

“Fechamos as lojas e voltamos para casa. Depois, vimos que a cidade caiu nas mãos do Talibã”, disse. “Hoje é o primeiro dia em que os alunos não foram à escola, mas os funcionários do governo foram aos seus escritórios.”

Ismahel acrescentou que algumas pessoas ficaram felizes porque os combates e “o som das balas” pararam depois de um mês.

“Nos sentimos bem depois que a guerra acabou”, disse ele. Mas as pessoas na cidade de Herat, provavelmente, também vivem com medo – muitos hesitariam em expressar críticas durante os primeiros dias sob controle do grupo. 

Militantes do Talibã patrulham ruas de Ghazni, nas proximidades de Cabul
Militantes do Talibã patrulham ruas de Ghazni, nas proximidades de Cabul
Foto: Gulabuddin Amiri – 12.ago.2021/AP

‘Talibã diz para não ter medo’

Em Kunduz, a primeira cidade a ser tomada, o morador Atiqullah, de 31 anos, diz que as pessoas estão se adaptando à transição de poder, mas continuam com medo.

“Ainda assim, as pessoas estão com medo, embora o Talibã nos tenha dito para não ter medo”, disse Atiqullah à CNN.

Ele acrescenta que algumas mulheres que estão saindo de casa foram orientadas a usar burcas, enquanto os professores foram orientados a voltar às escolas, embora o Talibã tenha dito que apenas professores homens deveriam educar meninos e professoras devem educar meninas.

*Lauren Said-Moorhouse reportou de Londres, no Reino Unido

Mais Recentes da CNN