Ameaça de novos ataques estão aumentando em Cabul, diz ministro da defesa do Reino Unido

De acordo com secretário de Defesa britânico, a tendência é que grupos busquem reivindicar a "expulsão" dos países ocidentais

Pessoas deixam o Afeganistão pelo aeroporto internacional de Cabul
Pessoas deixam o Afeganistão pelo aeroporto internacional de Cabul Sgt. Samuel Ruiz/Corpo dos Fuzleiros Navais dos EUA/Divulgação via REUTERS

Kate Holtonda Reuters

Ouvir notícia

A ameaça de novos ataques ao redor do aeroporto de Cabul aumentará à medida que as tropas ocidentais se aproximam de deixar o país, disse o secretário de Defesa britânico, Ben Wallace, na sexta-feira.

Ele afirma que as explosões na quinta-feira, que mataram 85 pessoas, incluindo 13 soldados norte-americanos, não aceleraram a saída da Grã-Bretanha do país. O fechamento de um centro de processamento no Baron Hotel, perto do aeroporto, aconteceu dentro do prazo, disse ele.

Além das mortes, duas explosões nos arredores do aeroporto de Cabul deixaram cerca de 140 feridos, de acordo com informações de funcionários do ministério da saúde do país dadas à CNN. “A ameaça obviamente aumentará quanto mais perto estivermos de partir”, disse o secretário em entrevista à Sky News. “A narrativa sempre será, conforme partimos, certos grupos como o ISIS vão querer reivindicar que expulsaram os EUA ou o Reino Unido.”

Mais Recentes da CNN