Avião se parte em dois durante pouso na Índia e deixa ao menos 18 mortos

De acordo com a Direção Geral de Aviação Civil do país, a aeronave derrapou na pista durante o pouso sob 'forte chuva'

Da CNN

Ouvir notícia

Um Boeing 737 se partiu em dois durante pouso no aeroporto de Calicute, na Índia, nesta sexta-feira (7). De acordo com as informações das autoridades locais, ao menos 18 pessoas morreram, entre elas os dois pilotos, e mais de 100 foram levadas a hospitais.

Segundo o inspetor geral da Força Central de Segurança Industrial, CV Anand, 46 indivíduos ficaram gravemente feridos.

A aeronave, que havia decolado do aeroporto de Dubai, transportava um total de 190 pessoas — sendo 174 passageiros, 10 crianças, 2 pilotos e 4 tripulantes.

O voo era operado pelo governo do país em uma missão de repatriação de indianos em razão das restrições de viagem internacional, provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a Direção Geral de Aviação Civil do país, a aeronave derrapou na pista durante o pouso sob “forte chuva” no aeroporto internacional Kozhikode, por volta das 19h40 (11h40 em Brasília). Em nota, a agência afirmou que, após a aterrissagem, o avião deslizou até cair em um vale e sua fuselagem se partiu em duas. 

“O voo IX1344 da Air India Express operado pela aeronave B737 de Dubai para Calicute ultrapassou a pista de Kozhikode às 19h41. Nenhum incêndio foi relatado no momento do pouso. Existem 174 passageiros, 10 crianças, 2 pilotos e 4 tripulantes a bordo do avião. Conforme os relatórios iniciais, as operações de resgate estão em andamento e os passageiros estão sendo levados ao hospital para atendimento médico”, informou um comunicado do Ministério da Aviação. 

Avião da Air India Express
Avião da Air India Express se partiu em dois durante pouso no aeroporto de Calicute, na Índia
Foto: CNN News 18

Pinarayi Vijayan, ministro chefe do estado de Kerala disse que pediu “medidas urgentes” à polícia e aos bombeiros. “Instruí a Polícia e a Força de Bombeiros a tomar medidas urgentes após o acidente de avião no aeroporto Kozhikode International (CCJ) em Karipur [onde fica o aeroporto]. Também orientei os funcionários a tomar as providências necessárias para resgate e apoio médico”, escreveu ele no Twitter.

O ministro de Relações Exteriores, Subrahmanyam Jaishankar, também se manifestou. “Profundamente angustiado ao ouvir sobre a tragédia do Air India Express em Kozhikode. As orações estão com as famílias de luto e os feridos. Estamos verificando mais detalhes.” 

O premiê Narendra Modi expressou tristeza pelo acidente. “Meus pensamentos estão com aqueles que perderam seus entes queridos. Que os feridos se recuperem o mais cedo possível. Falei com Kerala CM @vijayanpinarayi sobre a situação. As autoridades estão no local, prestando toda a assistência aos afetados”, disse no Twitter.

A Embaixada do Brasil em Nova Déli fez contato com as autoridades locais e foi informada de que não havia brasileiros entre os passageiros do avião.

(Com informações de Vedika Sud, da CNN Internacional, e Reuters)

 

Mais Recentes da CNN