‘Bêbados não fazem distanciamento’, diz policial após pubs reabrirem em Londres

Apesar dos registros de aglomerações no fim de semana, ministro da Saúde britânico afirmou que maioria "agiu com responsabilidade"

Laura Smith-Spark, Sara Spary e Zahid Mahmood,

da CNN

Ouvir notícia

Pessoas bêbadas não conseguem se distanciar socialmente adequadamente, alertou um policial britânico após terminar um turno no sábado – o primeiro dia em que os bares reabriram na Inglaterra após a flexibilização das restrições para prevenir a propagação do novo coronavírus, que causa a Covid-19.

“Uma noite previsivelmente movimentada e confirmou o que sabíamos: álcool e distanciamento social não são uma boa combinação”, tuittou John Apter, presidente nacional da Federação da Polícia, uma associação de policiais da Inglaterra e do País de Gales.

Apter, que estava de serviço na cidade de Southampton, no sul da Inglaterra, disse que ele e seus colegas tiveram que lidar com “bêbados felizes, bêbados furiosos e, brigas”, além de comportamentos agressivos. “O que estava claro é que as pessoas bêbadas não podem e não se distanciam socialmente”, disse ele.

Em um post no Twitter, a Polícia Metropolitana de Londres pediu às pessoas que “por favor sejam responsáveis, fiquem a salvo e sigam o distanciamento social e outras orientações que foram adotadas” à medida que os bares reabrem.

Mas imagens tiradas na noite de sábado no distrito de Soho, no centro de Londres, conhecidas por seus pubs e bares, mostravam ruas movimentadas.

Cinco bares em Nottinghamshire, na região leste de Midlands, na Inglaterra, decidiram fechar mais cedo após comportamentos agressivos, segundo a polícia, e os policiais fizeram quatro prisões após relatos de uma janela quebrada e um pequeno ataque.

No entanto, o inspetor Craig Berry agradeceu “a maioria do público que agiu com responsabilidade durante todo o sábado”.

A polícia de Devon e Cornwall, no sudoeste da Inglaterra, disse que recebeu mais de mil ligações no sábado de membros do público, principalmente relacionados ao “distúrbio relacionado à bebida”.

E em Essex, sudeste da Inglaterra, um policial tuitou dizendo que a polícia havia feito quatro prisões.

O ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, disse a Sophy Ridge, da Sky News, que estava satisfeito com a maneira como os fatos se desenrolaram no sábado.

“Pelo que vi, embora algumas fotos mostrem o contrário, a maioria das pessoas agiram com responsabilidade e essa mensagem equilibrada é importante. As pessoas devem aproveitar o verão com segurança”, disse ele no domingo.

“Em Leicester e em outros lugares foi possível ver que não evitaremos medidas drásticas, se é isso que é necessário para controlar o vírus. Mas o plano geral sempre foi a flexibilização do bloqueio para tentar seguir as medidas nacionais. Wnfrentaremos as crises locais quando as virmos”.

As restrições foram reimpostas terça-feira em Leicester, uma cidade no East Midlands, após um aumento nos casos do novo coronavírus. Foi o primeiro município no Reino Unido a ser colocado sob um bloqueio localizado.

 

Mais Recentes da CNN