Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil pede ajuda do Catar para libertação de brasileiro refém do Hamas

    A CNN apurou que o Brasil foi comunicado há algum tempo por Israel que Nisenbaum está em posse do grupo radical

    Michel Nisenbaum está desaparecido desde 7 de outubro.
    Michel Nisenbaum está desaparecido desde 7 de outubro. Reprodução/redes sociais

    Basília Rodriguesda CNN

    Brasília

    O ministro de Relações Exteriores, Mauro Vieira, pediu ajuda do chanceler do Catar, Mohammed bin Abdulrahman Al-Thani, para o resgate do brasileiro Michel Nisenbaum considerado refém do Hamas. Os dois estiveram juntos, nessa quarta-feira (29), na reunião do Conselho de Segurança da ONU, nos Estados Unidos.

    Al-Thani, que também é primeiro-ministro do Catar, afirmou ao ministro brasileiro que fará todos esforços para colaborar com o Brasil, de acordo com o Itamaraty.

    A CNN apurou que o Brasil foi comunicado há algum tempo por Israel que Nisenbaum está em posse do Hamas. A família dele, no entanto, pediu reserva. Por isso, somente nesta quinta-feira (30), a informação veio a público, depois do encontro da irmã de Nisenbaum com o embaixador do Brasil em Israel, Frederico Meyer.

    O governo brasileiro trata a informação que recebeu de Israel como oficial, mas também busca outras confirmações. O contato com o Catar, para o Itamaraty, pode ajudar a esclarecer mais informações sobre o caso de Michel Nisenbaum.

    O brasileiro, de 59 anos, imigrou para Israel, com a irmã, aos 12 anos de idade. Em 7 de outubro, primeiro dia da guerra Israel-Hamas, ele saiu para buscar a neta mas desapareceu. O último contato foi por volta de 7h da manhã daquele dia. Quando a família fez contato novamente, ouviu do outro lado do telefone pessoas falando árabe e gritando “Hamas”.