Com exceção de maconha, cidade de São Francisco proíbe fumar em apartamentos

A portaria é um esforço para proteger moradores do fumo passivo

Pandemia de coronavírus deixa centro de São Francisco, EUA, quase vazias
Pandemia de coronavírus deixa centro de São Francisco, EUA, quase vazias Foto: Stephen Lam/Reuters (17.mar.2020)

Stella Chan and Leah Asmelash, da CNN

Ouvir notícia

Fumar está prestes a ser proibido dentro de apartamentos da cidade de São Francisco, na Califórnia, EUA. Mas há uma exceção: a maconha ficará fora da proibição.

O Conselho de Supervisores de São Francisco votou na terça-feira (3) pela proibição de fumar tabaco em apartamentos, permitindo apenas a maconha. O placar da votação foi de 10 votos a favor e um contra.

Assista e leia também

Sonha em morar na Itália? Vila vende casas por cerca de R$ 6,30

Brasileiro passa quarentena na Itália após comprar casa por um euro

A portaria é um esforço para proteger moradores do fumo passivo. Com a aprovação, será proibido fumar no interior de edifícios com três ou mais unidades habitacionais e em todas as áreas comuns.

No entanto, a lei permite a maconha medicinal e a de “uso adulto”. Os infratores podem receber uma multa de US$ 1.000.

Fumar já é ilegal em espaços comuns, mas essa portaria se estende ao interior de apartamentos e condomínios.

O supervisor Norman Yee, que redigiu a legislação, tuitou sua gratidão aos colegas “pelo apoio”.

“O fumo passivo causa danos e todos deveriam ter ar limpo para respirar onde vivem”, escreveu.

O conselho terá uma segunda votação na próxima semana, antes que a portaria vá para a mesa da prefeita London Breed. Se ela assinar, a lei entrará em vigor 30 dias depois.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).

 

Mais Recentes da CNN