Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Entenda as diferenças entre a Corte Internacional de Justiça e o Tribunal Penal Internacional

    À CNN Rádio, Leonardo Nemer Caldeira Brant, que compõe a Corte Internacional de Justiça, explicou como os processos funcionam

    Corte Internacional de Justiça em Haia
    Corte Internacional de Justiça em Haia 22/8/2023 REUTERS/Piroschka van de Wouw

    Amanda Garciada CNN

    A Corte Internacional de Justiça tem 15 juízes e está sediada em Haia, na Holanda.

    Entre eles, está o brasileiro Leonardo Nemer Caldeira Brant, que também é professor de direito internacional da UFMG.

    À CNN Rádio, ele explicou que a Corte é um “tribunal integrante do sistema das Nações Unidas” e, portanto, é uma jurisdição internacional, como o Tribunal Penal Internacional.

    “No entanto, a Corte Internacional de Justiça tem competência de julgar unicamente estados que podem ser parte de litígio e julga violações do direito internacional”, explicou.

    Paralelamente a isso, o Tribunal Penal Internacional, criado pelo Tratado de Roma, “é destinado a julgar indivíduos que cometeram crimes de acordo com o seu próprio estatuto, como de guerra ou genocídio.”

    No caso de uma questão ir à Corte Internacional de Justiça, por instrução de demanda unilateralmente ou ambas as partes, “tem que verificar a admissibilidade ou a competência.”

    Veja mais: Acordo propõe libertação de reféns e pausa nos ataques em Gaza

    “Se estados delegam a competência para julgar uma suposta violação, eles que precisam apresentar as provas”, completou.

    No TPI, a situação é diversa: “A ação pode ser por uma das partes, mas tem promotor de justiça que instaura a investigação, tem primeira instância que julga e possibilidade de recurso”.

    *Com produção de Isabel Campos