Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Entrada de imigrantes no Reino Unido bate novo recorde, pressionando o governo

    Rishi Sunak espera que seu esquema principal para deportar para Ruanda aqueles que chegam ao país sem permissão impeça as pessoas atravessarem o Canal da Mancha rumo ao Reino Unido

    Colete salva-vidas boiando no Canal da Mancha
    Colete salva-vidas boiando no Canal da Mancha Foto: Getty Images

    Sachin Ravikumarda Reuters

    Londres

    Mais de 4.600 requerentes de asilo chegaram ao Reino Unido em pequenos barcos até agora em 2024, um total recorde para os primeiros três meses do ano e dando ao primeiro-ministro Rishi Sunak uma nova dor de cabeça política.

    Dados provisórios Ministério do Interior, mostraram na quarta-feira (27) que até o dia anterior, 26 de março, 4.644 pessoas foram detectadas chegando através do Canal da Mancha em pequenos barcos, como botes infláveis.

    Isso se compara com 3.770 para o mesmo período do ano passado e 4.162 para 2022, o recorde anterior.

    Sunak espera que seu esquema principal para deportar para Ruanda aqueles que chegam ao país sem permissão impeça as pessoas de fazer as perigosas travessias do Canal da Mancha. A legislação que visa colocar esse plano em vigor após uma série de contratempos legais deve voltar ao parlamento no próximo mês.

    “O número inaceitável de pessoas que continuam a atravessar o Canal demonstra exatamente por que devemos obter voos para Ruanda o mais rápido possível”, disse um porta-voz do governo na semana passada.

    “Continuamos a trabalhar em estreita colaboração com a polícia francesa que enfrenta uma onda crescente violência e perturbações nas praias, uma vez que trabalham incansavelmente para evitar estas viagens perigosas, ilegais e desnecessárias.”

    Os números anuais totais caíram 36% no ano passado em relação ao total recorde de 2022, o que levou Sunak a afirmar que o governo estava começando a ter sucesso em “parar os barcos”, uma de suas principais prioridades antes de uma eleição esperada para este ano.

    Mas o último aumento vai elevar a pressão sobre o primeiro-ministro britânico, cujos conservadores estão bem atrás do Partido Trabalhista da oposição em pesquisas de opinião, tendo a imigração como uma grande preocupação para alguns eleitores.

    “Apesar de todas as evidências que indicam o contrário, Rishi Sunak continua dizendo ao povo britânico que as chegadas de pequenos barcos estão diminuindo e sua promessa de parar os barcos continua nos trilhos”, disse Stephen Kinnock, porta-voz do Partido Trabalhista.