Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Estado Islâmico confirma morte de líder e anuncia substituto

    Este é o primeiro anúncio oficial do grupo sobre o destino do líder desde que o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse em abril que as forças de inteligência turcas o mataram na Síria

    Jana ChoukeirNayera AbdallahNadine Awadallada Reuters

    da Reuters

    O Estado Islâmico confirmou nesta quinta-feira (3) a morte do líder Abu Hussein al-Husseini al-Quraishi, e nomeou como substituto Abu Hafs al-Hashimi al-Quraishi, disse o porta-voz do grupo em uma gravação no Telegram.

    Este é o primeiro anúncio oficial do grupo sobre o destino do líder desde que o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse em abril que as forças de inteligência turcas o mataram na Síria. O Estado Islâmico não deu detalhes sobre o novo líder.

    O movimento atingiu seu auge em 2014, quando o então chefe, Abu Bakr al-Baghdadi, declarou o território que controlava como um califado.

    O grupo foi derrotado por adversários em ambos os países, incluindo uma coalizão liderada pelos Estados Unidos, e Baghdadi foi morto durante uma operação militar norte-americana na Síria, em 2019.

    Abu Hussein al-Husseini al-Quraishi assumiu em novembro de 2022, depois que seu antecessor foi morto, também na Síria, enquanto militantes do Estado Islâmico continuam a realizar ataques insurgentes na Síria e no Iraque.