EUA começarão a distribuir vacinas contra Covid-19 diretamente para farmácias

Zients ainda informou que o governo aumentará a oferta de vacinas para os estados americanos em 5%.

Iander Porcella, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O governo dos Estados Unidos começará a entregar vacinas contra a Covid-19 diretamente às farmácias do país. De acordo com o coordenador da resposta da Casa Branca à pandemia, Jeff Zients, essa distribuição começará a partir de 11 de fevereiro.

Durante uma coletiva de imprensa da força-tarefa contra o novo coronavírus realizada nesta terça-feira (2), Zients explicou que o governo enviará os imunizantes para 6,5 mil farmácias, inicialmente, devido a restrições de abastecimento.

Ele ressaltou, contudo, que um aumento na oferta de vacinas permitirá a distribuição para 40 mil drogarias.

O conselheiro do presidente Joe Biden também pressionou os parlamentares americanos a aprovar mais recursos para a saúde. “Quanto mais rápido o Congresso agir, melhor será o combate à pandemia”, afirmou.

Zients ainda informou que o governo aumentará a oferta de vacinas para os estados americanos em 5%.

Mais Recentes da CNN