Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hamas liberta sexto grupo de reféns; trégua pode ser estendida

    Negociações para extensão da trégua e soltura de homens e soldados estão em andamento

    Mais de mil pessoas marcham ao longo da rodovia 1 de Tel Aviv a Jerusalém em apoio às famílias dos reféns do Hamas
    Mais de mil pessoas marcham ao longo da rodovia 1 de Tel Aviv a Jerusalém em apoio às famílias dos reféns do Hamas MARCUS YAM / LOS ANGELES TIMES

    Da CNN

    O Hamas libertou o sexto grupo de reféns nesta quarta-feira (29). Isso acontece após o grupo radical islâmico ter solto duas mulheres russas também nesta quarta.

    Segundo as Forças de Defesa de Israel (FDI), estão neste grupo 10 israelenses e quatro tailandeses. Eles estão a caminho de Israel.

    A soltura das duas reféns russas não faz parte do atual acordo com o Hamas, segundo as FDI. O grupo radical pontuou que elas foram libertadas após negociação com o Kremlin.

    Durante os primeiros cinco dias da trégua, o Hamas libertou 81 reféns, principalmente mulheres e crianças. Em contra-partida, Israel libertou 180 palestinos da prisão, principalmente mulheres e menores de idade, muitos dos quais foram detidos, mas nunca acusados.

    Além disso, negociações para estender novamente a trégua estão em andamento. Um importante mediador do Catar afirmou à CNN que está “muito otimista” que a prorrogação na pausa do conflito seja anunciada.

    Entretanto, a CNN informou mais cedo nesta quarta-feira que os funcionários da Cruz Vermelha ainda não foram autorizados a visitar os reféns que o Hamas mantém na Faixa de Gaza, de acordo com múltiplas fontes.

    Esse ato seria uma violação do atual acordo com Israel, que estipulava que a Cruz Vermelha poderia visitar os reféns até ao final do quarto dia de trégua.

    *em atualização

    *publicado por Tiago Tortella, da CNN