Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Israel é bombardeado por mísseis vindos de Gaza; Hamas assume autoria do ataque

    Comandante do grupo palestino disse ter alvejado posições inimigas e aeroportos com 5 mil mísseis neste sábado (7); Forças de Defesa israelenses dizem estar mobilizando soldados

    Ibrahim DahmanHadas GoldAmir TalHande Atay Alamda CNN

    Gaza

    Militantes de Gaza entraram em território israelense, segundo as Forças de Defesa de Israel (FDI) neste sábado (7), logo depois que uma série de mísseis deixaram ao menos 40 mortos e 779 feridos.

    O grupo palestino Hamas assumiu a responsabilidade pelo ataque com mísseis.

    O comandante militar do Hamas, Muhammad Al-Deif, divulgou uma mensagem gravada, anunciando a operação “Tempestade Al-Aqsa” e dizendo que o grupo militante palestino “alvejou as posições inimigas, aeroportos e posições militares com 5.000 mísseis”.

    As FDI alertaram os israelenses que vivem perto de Gaza para permanecerem em suas casas.

    Galeria: A destruição em Israel após o bombardeamento

    Os mísseis, que foram testemunhados por um produtor da CNN em Gaza, acionaram sirenes no extremo norte, na área de Tel Aviv, no leste, em Beer Sheva, e em muitos outros locais intermediários.

    Uma mulher de 70 anos em Kfar Aviv, na região de Gderot, morreu após o ataque, disse o MDA.

    Duas outras pessoas na área de Ashkelon ficaram levemente feridas, segundo o serviço de resgate, enquanto uma quarta pessoa – um homem na casa dos 20 anos em Yavne – ficou moderadamente ferida por estilhaços.

    Danos causados ​​por um ataque de foguetes vindo de Gaza por militantes palestinos do Hamas neste sábado (7) / Ilia Yefimovich/picture Alliance via Getty Images

    Os mísseis foram disparados por volta das 6h30 (horário local), quando a maioria dos israelenses estava dormindo.

    O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e o ministro da Defesa, Yoav Gallant, estão conduzindo avaliações de segurança na sede das Forças de Defesa de Israel em Tel Aviv, disse o gabinete de Netanyahu.

    As Forças de Defesa de Israel anunciaram que estão mobilizando soldados ao declarar um “alerta de estado de guerra”.

    Reservistas também estão sendo convocados.

    Território de Gaza

    Gaza é um dos lugares mais densamente povoados do mundo, um enclave costeiro isolado de quase 2 milhões de pessoas amontoadas em pouco mais de 360 quilômetros quadrados.

    Governado pelo Hamas, o território está em grande parte isolado do resto do mundo por um bloqueio israelita à terra, ar e mar de Gaza que remonta a 2007. O Egito controla a passagem da fronteira sul de Gaza, Rafah.

    Israel impôs duras restrições à liberdade de circulação civil e controla a importação de bens básicos para a estreita faixa costeira.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original