Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula diz que governo estuda abrir consulado geral em Luanda

    Presidente discursou durante evento de inauguração da Galeria Ovídio de Melo, no Instituto Guimarães Rosa em Angola

    Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva é recebido em cerimônia oficial pelo presidente angolano João Lourenço.
    Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva é recebido em cerimônia oficial pelo presidente angolano João Lourenço. Ricardo Stuckert/PR

    Agência Brasil

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, neste sábado (26), que o governo estuda a abertura de um consulado geral em Luanda, capital de Angola.

    Em declaração à imprensa, ele classificou a visita de dois dias ao país africano como histórica e lembrou que Angola já abriga a maior comunidade brasileira no continente – cerca de 30 mil brasieiros.

    “Por isso, instruí o chanceler Mauro Vieira a estudar a abertura de um consulado geral em Luanda, que seria o primeiro num país de língua portuguesa na África”, afirmou.

    “Nas relações entre Brasil e Angola, precisamos sonhar alto e sonhar muito longe”, concluiu, ao citar palavras do escritor angolano Pepetela, ganhador do Prêmio Camões.

    Lula encerra neste sábado a visita oficial a Angola e segue para São Tomé e Príncipe, onde participa da Cúpula dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

    A cerimônia oficial de despedida, em Luanda, deve ocorrer às 16h (horário local, 12h no horário de Brasília). Esta é a primeira vez que ele visita o continente desde o início do terceiro mandato.

    Veja também: Lula diz que quer ampliar cooperação com Angola