Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mais de 200 imigrantes são encontrados em armazém no México

    Pessoas eram naturais da Guatemala, Honduras, Nicarágua, Cuba e El Salvador

    Governo do Estado do México fez um comunicado afirmando que o número de imigrantes encontrados era de 248, contra 225 informados pelo Instituto Nacional de Migração do México (INM)
    Governo do Estado do México fez um comunicado afirmando que o número de imigrantes encontrados era de 248, contra 225 informados pelo Instituto Nacional de Migração do México (INM) Jorge Aguilar/ Unsplash

    Lizbeth DiazDave Grahamda Reuters

    Autoridades de segurança detiveram mais de 200 imigrantes, a maioria guatemaltecos, neste domingo (23), que esperavam para serem contrabandeados para o norte, em um depósito na região central do México, informou o governo.

    O Instituto Nacional de Migração do México (INM) disse que 225 pessoas foram descobertos durante a noite, no Estado do México, 194 dos quais eram guatemaltecos. Havia também 14 hondurenhos, nove nicaraguenses, cinco cubanos e três salvadorenhos.

    O governo local, que circunda a maior parte da Cidade do México, fez um comunicado em separado afirmando que 248 migrantes foram encontrados no depósito. Um porta-voz do INM não conseguiu explicar de imediato a discrepância entre os dois números.

    Um aumento na imigração indocumentada para os Estados Unidos está pesando sobre o presidente Joe Biden antes das eleições legislativas de meio de mandato em novembro.

    As apreensões de migrantes na fronteira sul dos EUA atingiram seus níveis mais altos em anos.