Morre prefeito paraguaio baleado em zona de conflito na fronteira com o Brasil

Pelo menos três agressores dispararam contra o prefeito José Carlos Acevedo na terça-feira (17)

José Carlos Acevedo, prefeito de Pedro Juan Caballero, foi assassinado
José Carlos Acevedo, prefeito de Pedro Juan Caballero, foi assassinado Prefeitura de Pedro Juan Caballero

Daniela Desantisda Reuters

Assunção

Ouvir notícia

O prefeito da cidade paraguaia Pedro Juan Caballero, zona considerada rota de narcotráfico na fronteira com o Brasil, morreu na noite de sábado (21), cinco dias depois de sofrer um atentado na rua, informaram seus familiares.

 

 

Pelo menos três agressores dispararam contra o prefeito José Carlos Acevedo na terça-feira (17) quando ele saía de uma reunião em uma sede comunitária na cidade, a cerca de 360 quilômetros ao norte de Assunção, à frente da cidade brasileira Ponta Porã (MS), segundo depoimentos à imprensa local.

Acevedo passou os últimos dias hospitalizado em uma clínica na cidade. Os médicos disseram que ele recebeu sete tiros e ficou em estado crítico até morrer.

O irmão do prefeito e governador da província de Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero, responsabilizou o governo do presidente Mario Abdo pelo atentado e pela falta de segurança na região.

 

 

Mais Recentes da CNN