Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Morre refém do Hamas sequestrado em 7 de outubro

    Tamir Adar, de 38 anos, foi levado de comunidade em Israel e estava em cativeiro na Faixa de Gaza

    Tamir Adar, de 38 anos, havia sido raptado nos ataques de 7 de outubro
    Tamir Adar, de 38 anos, havia sido raptado nos ataques de 7 de outubro Hostages and Missing Persons Families Forum

    Amir TalTim Listerda CNN

    Mais um refém do Hamas mantido em Gaza morreu, disse o Fórum de Famílias de Reféns e Pessoas Desaparecidas em Israel.

    O grupo anunciou a morte de Tamir Adar, de 38 anos, sem fornecer mais detalhes.

    Adar era um membro da terceira geração do kibutz Nir Oz, a comunidade no sul de Israel da qual cerca de 40 pessoas foram sequestradas em 7 de outubro, acrescentou o grupo.

    Ele foi descrito como “um homem de família dedicado, casado com Hadas e pai de duas crianças pequenas que eram seu mundo inteiro.”

    Sua avó, Yafa, que também foi sequestrada em 7 de outubro, tornou-se uma das reféns mais reconhecíveis quando foi retratada sendo conduzida em um carrinho de golfe por seus captores do Hamas. Yafa Adar, de 85 anos, foi um dos primeiros grupos de reféns a ser libertado durante uma trégua de curta duração entre Israel e o Hamas em novembro.

    Antes da morte de seu neto Tamir ser anunciada nesta sexta-feira (05), o governo israelense acreditava que havia 132 reféns de 7 de outubro sendo mantidos em Gaza, dos quais 108 estavam vivos e 24 mortos.

    Tamir Adar “era um homem muito amigável, e tinha muitos amigos próximos. Ele era um conversador profundo e sensível com um senso de humor inteligente”, disse o fórum nesta sexta-feira (05).

    “Ele muitas vezes passava tempo com seus filhos ao ar livre assistindo o pôr do sol”, acrescentou.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original