Operador de drone tentará resgatar cães abandonados do vulcão em La Palma

Os três cães estão presos há semanas em um quintal abandonado coberto de cinzas vulcânicas na ilha de La Palma

Um cachorro está parado na terra coberta de cinzas e cercado por lava vulcânica após a erupção do vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma
Um cachorro está parado na terra coberta de cinzas e cercado por lava vulcânica após a erupção do vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma Governo local de La Palma/REUTERS

Reuters

Ouvir notícia

Na terça-feira (19), um operador de drones espanhol recebeu permissão para tentar resgatar três cães presos perto de um vulcão nas Ilhas Canárias, capturando-os com uma rede controlada por controle remoto e alçando-os sobre um fluxo de lava.

Os três cães estão presos há semanas em um quintal abandonado coberto de cinzas vulcânicas na ilha de La Palma.

Eles foram alimentados por drones que jogam pacotes de comida, mas até agora ninguém foi capaz de descobrir como resgatá-los. Helicópteros estão proibidos de voar para a área por causa do gás quente que pode danificar seus rotores.

Depois de avaliar a missão de resgate proposta, as autoridades de emergência disseram em um comunicado que decidiram permitir.

Jaime Pereira, CEO da operadora de drones Aerocamaras, disse que planeja enviar um drone de 50 quilogramas equipado com uma ampla rede para tentar prender os cães, um por um, e levá-los para um local seguro, voando 450 metros sobre lava fluindo.

“É a primeira vez que um animal é resgatado com um drone e a primeira vez que ele precisa ser capturado”, disse Pereira à Reuters. “Se essa é a última opção que os cachorros têm? Então vamos atrás deles.”

O operador terá apenas quatro minutos para atrair um cachorro para a rede e outros quatro minutos para voá-lo.

“O que não queremos é ficar sem bateria ao voar sobre a lava”, disse Pereira.

Os voos de teste ainda estão sendo realizados. Em última análise, a missão depende de como os cães responderão à máquina, disse Pereira.

“Eles têm comido muito pouco há semanas. Eles podem vir ou ficar com medo do drone. Nós realmente dependemos de sua reação.”

Texto traduzido. Leia o original em inglês.

Mais Recentes da CNN