Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ministro israelense exige plano para guerra em Gaza e ameaça deixar governo

    Integrante do gabinete de guerra, Benny Gantz, deu até 8 de junho para Netanyahu apresentar proposta

    Ex-ministro da Defesa de Israel Benny Gantz
    Ex-ministro da Defesa de Israel Benny Gantz 09/11/2023REUTERS/Alexander Ermochenko

    Da CNN

    Ministro do gabinete de guerra de Israel, Benny Gantz, está exigindo que o governo israelense estabeleça um plano para a guerra contra o Hamas até 8 de junho.

    Em declarações na cidade de Ramat Gan neste sábado (18), Gantz advertiu que se suas demandas não forem atendidas, ele irá sair do governo.

    Gantz disse que o plano deve incluir: eliminar o Hamas, trazer de volta os reféns, estabelecer um governo alternativo na Faixa de Gaza, trazer de volta os residentes israelenses para o norte de Israel e estabelecer um plano para fazer progressos para a normalização das relações com a Arábia Saudita.

    O líder da oposição disse que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu deve escolher entre “vitória ou desastre”.

    “Se (Netanyahu) escolher levar a nação para o abismo, vamos nos retirar do governo, nos voltar para o povo e formar uma administração que possa trazer uma vitória real”, disse Gantz.

    Gantz defendeu as operações militares de Israel em Rafah, chamando a cidade de um “portão” para o ressurgimento do Hamas. O líder da oposição disse que para alcançar a paz entre israelenses e os palestinos, o Hamas não pode permanecer em Gaza e deve ser retirado de Rafah.

    Ele reconheceu o impacto prejudicial que a guerra está tendo sobre os civis, mas insistiu que “determinação” é necessária.

    “Ninguém está feliz aqui vendo civis se movendo de um lugar para outro. Ninguém está feliz com a destruição que está lá. Mas depois de 20 anos, quase, do Hamas controlando a área e construindo a infraestrutura operacional mais sofisticada em Gaza, não há atalho”, disse ele.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original