Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Plano pós-guerra não é uma “ocupação contínua” de Gaza, diz conselheiro de Netanyahu

    Mark Regev disse ser preciso distinguir a presença de segurança do controle político no enclave

    Da CNN

    Mark Regev, conselheiro sênior do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse à Christiane Amanpour, da CNN, nesta terça-feira (7) que o plano pós-guerra de Israel não é uma “ocupação contínua” de Gaza.

    “Acho que você poderia esperar algo mais fluido, algo mais flexível, onde possamos entrar e sair conforme necessário para lidar com a situação de segurança”, disse Regev. “Não estamos falando de qualquer tipo de ocupação contínua da Faixa de Gaza”, prosseguiu.

    Perguntado sobre os comentários de Netanyahu na “ABC News” na última segunda-feira (6) de que Israel terá a “responsabilidade geral pela segurança” em Gaza por um “período indefinido” após o fim da guerra, Regev disse: “Temos que distinguir entre presença de segurança e controle político”.

    “Quando isto acabar e tivermos derrotado o Hamas, é crucial que não haja um elemento terrorista ressurgente, um Hamas ressurgente. Não adianta fazer isso e simplesmente voltar à estaca zero”, explicou.

    “Terá de haver uma presença de segurança israelense, mas isso não significa que Israel esteja reocupando Gaza, isso não significa que Israel esteja lá para governar os habitantes de Gaza”, citou.

    “Pelo contrário, estamos interessados ​​em estabelecer novos quadros, onde os habitantes de Gaza possam se governar, onde possa haver apoio internacional para a reconstrução de Gaza. Esperamos que possamos trazer países – também países árabes – para a reconstrução de uma Gaza desmilitarizada e pós-Hamas”, afirmou.

    Veja também: Impasse sobre feridos prejudica saída de estrangeiros da Faixa de Gaza

    *Publicado por Douglas Porto

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original