Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Putin pode querer Ucrânia dividida, como Coreias, diz chefe militar ucraniano

    Chefe da Agência de Inteligência de Defesa da Ucrânia afirma que já há tentativas da Rússia de criar autoridades ‘paralelas’ nos territórios ocupados

    Civis deixam Mariupol, cidade ucraniana fortemente atingida pela Rússia desde o início da invasão à Ucrânia
    Civis deixam Mariupol, cidade ucraniana fortemente atingida pela Rússia desde o início da invasão à Ucrânia Maximilian Clarke/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

    Andrew CareyYulia Kesaievada CNN

    Ouvir notícia

    O chefe da inteligência militar da Ucrânia diz que o presidente russo, Vladimir Putin, pode estar tentando dividir a Ucrânia em duas – como a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.

    O general de brigada Kyrylo Budanov, chefe da Agência de Inteligência de Defesa da Ucrânia, disse que as operações da Rússia em Kiev falharam e agora é impossível para o exército russo derrubar o governo ucraniano. A guerra de Putin agora está focada no sul e no leste do país, disse ele.

    “Há razões para acreditar que ele está considerando um cenário ‘coreano’ para a Ucrânia. Ou seja, [as forças russas] tentarão impor uma linha divisória entre as regiões desocupadas e ocupadas de nosso país. Na verdade, é uma tentativa de criar a Coreia do Norte e a Coreia do Sul na Ucrânia.”

    Budanov disse que a Rússia continua com a intenção de estabelecer um corredor terrestre entre a fronteira russa e a Crimeia, e disse que espera ver uma tentativa de unir os territórios ocupados pela Rússia em uma única entidade.

    “Já estamos vendo tentativas de criar autoridades ‘paralelas’ nos territórios ocupados e forçar as pessoas a desistir da moeda [ucraniana]”, disse Budanov, acrescentando que espera que os ucranianos resistam aos esforços políticos da Rússia.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN