Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia exibe tanques ocidentais capturados na Ucrânia como troféus

    "Nenhum equipamento militar ocidental mudará a situação no campo de batalha", disse comunicado do Ministério da Defesa russo

    Rússia exibe tanques ocidentais capturados na Ucrânia como troféus
    Rússia exibe tanques ocidentais capturados na Ucrânia como troféus REUTERS

    Huseyin Hayatsever e Ezgi Erkoyun – repórteres da Reuters

    Tanques e equipamentos militares ocidentais capturados pelas forças russas na Ucrânia foram expostos em Moscou na quarta-feira (1º) em uma exposição que o exército russo disse mostrar que a ajuda ocidental não impediria sua vitória na guerra.

    Filas longas de pessoas se formaram em um dia ensolarado de feriado público de 1º de maio na entrada da exposição, intitulada “Troféus do Exército Russo”, que está sendo realizada do lado de fora de um museu que celebra a vitória soviética sobre a Alemanha nazista em 1945.

    Na quinta-feira (2), um dia útil na Rússia, a exposição ainda contou com a presença de um grande número de visitantes.

    “A história está se repetindo”, disse o Ministério da Defesa russo em um comunicado, acrescentando que a União Soviética, em 1943, também realizou uma exposição de tanques e equipamentos capturados, neste caso do exército alemão.

    “A força está na verdade. Sempre foi assim. Em 1943 e hoje. Esses troféus de guerra refletem nossa força. Quanto mais deles houver, mais fortes seremos”, afirmou o ministério, prevendo uma vitória russa naquilo que oficialmente chama de sua “operação militar especial” na Ucrânia.

    “Nenhum equipamento militar ocidental mudará a situação no campo de batalha”, acrescentou o comunicado.

    Segundo críticos ocidentais e ucranianos, grande parte do equipamento militar da Rússia é antigo ou obsoleto, e os ganhos no campo de batalha russo resultaram da pura força numérica e de baixas elevadas. Ambos os lados mantêm em segredo o número de mortos e feridos, mas é sabido que sofreram pesadas perdas.

    A exibição em Moscou, que inclui tanques americanos, alemães e franceses fornecidos à Ucrânia, aconteceu dias depois que os EUA aprovaram um pacote de ajuda de 61 bilhões de dólares para Kiev e depois que a Rússia fez alguns ganhos territoriais rápidos, mas graduais, no leste da Ucrânia, em um momento em que as forças de Kiev dizem que não têm munição e mão de obra.

    A Ucrânia, cujo presidente Volodymyr Zelensky diz que eventualmente expulsará as forças russas de seu solo, realizou uma exposição semelhante ao longo da avenida central de Kiev no verão passado, apresentando cascos queimados de tanques russos e veículos de combate.

    A Rússia, diz o Instituto Internacional de Estudos Estratégicos, perdeu mais de três mil tanques na Ucrânia, o que equivale a todo o seu inventário ativo pré-guerra, mas possui um número suficiente de veículos blindados de menor qualidade armazenados para anos de reposição e afirma estar aumentando a produção de novos tanques.

    Além dos tanques, veículos blindados britânicos e australianos apreendidos na Ucrânia estão em exibição em Moscou, juntamente com equipamentos militares fabricados na Turquia, Suécia, Áustria, Finlândia, África do Sul e República Tcheca.

    O canal de TV estatal Channel One disse que o destaque do show foi um tanque de batalha americano M1 Abrams capturado, que, segundo ele, foi neutralizado pelas forças russas no leste da Ucrânia usando um foguete guiado e drones kamikaze.