Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Russos bombardeiam posições até 800 vezes ao dia, diz comandante ucraniano

    Valeriy Zaluzhny reconheceu que as forças russas "continuam avançando" na região do Donbass, no leste da Ucrânia

    Policial caminha ao lado de prédio de escola danificado por ataque russo na região ucraniana de Donbass
    Policial caminha ao lado de prédio de escola danificado por ataque russo na região ucraniana de Donbass 22/05/2022 REUTERS/Anna Kudriavtseva

    Tim ListerKostan Nechyporenkoda CNN

    Valeriy Zaluzhny, comandante em chefe das Forças Armadas da Ucrânia, reconheceu que as forças russas “continuam avançando” na região leste do país, mas disse que a situação “intensa” está “totalmente controlada”.

    “Informei meu colega sobre a situação na linha de frente. É intensa, mas totalmente controlada”, disse Zaluzhny após conversar com o general Wayne Donald Eyre, chefe do Estado-Maior de Defesa do Canadá.

    Zaluzhny acrescentou que “o inimigo continua avançando ao longo de toda a linha de frente. Ao mesmo tempo, realiza cerca de 700-800 [ações de] bombardeio de nossas posições todos os dias, usando de 40 mil a 60 mil peças de munição”.

    Essa estimativa está de acordo com muitas feitas por analistas ocidentais sobre o volume de munição usado pelas forças russas, após uma relativa calmaria no início de julho.

    “Os principais esforços do inimigo estão concentrados em afastar nossas tropas do oblast de Donetsk. A situação mais intensa está agora no eixo Avdiivka-Pisky-Mariinka”, disse Zaluzhny.

    Esse eixo é um trecho de cerca de 25 km a oeste de Donetsk.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original