Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Síria e Iraque alertam que ataques aéreos dos EUA alimentam conflito no Oriente Médio

    Porta-voz das Forças Armadas iranianas classificou os ataques como uma "ameaça" que poderá arrastar o Iraque e a região para "consequências indesejáveis"

    Vista aérea do Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em 3 de março de 2022
    Vista aérea do Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em 3 de março de 2022 Reuters

    CNN

    A Síria alertou que os ataques dos Estados Unidos que atingiram vários locais no Iraque e na Síria na noite de sexta-feira (2) “alimentam o conflito no Oriente Médio de uma forma muito perigosa”.

    “[A Síria] condena esta flagrante violação americana [e] rejeita categoricamente todos os pretextos e mentiras promovidos pela administração americana para justificar este ataque”, disse o Ministério das Relações Exteriores da Síria em um comunicado neste sábado (3).

    Os EUA disseram ter atingido 85 alvos em sete locais no Iraque e na Síria na sexta-feira, em resposta a um ataque mortal de drones realizado por militantes apoiados pelo Irã contra um posto militar dos EUA na Jordânia no último domingo (28).

    Os militares sírios disseram que os ataques causaram “danos significativos” e mataram civis e militares. A CNN não pode verificar de forma independente o número ou a natureza das vítimas.

    De acordo com autoridades de segurança iraquianas, os ataques dos EUA atingiram instalações utilizadas pelo al Hashed al Shabi ou Unidades de Mobilização Popular (PMU) perto da fronteira Iraque-Síria.

    Num comunicado, Yahya Rasool, porta-voz das Forças Armadas do Iraque, repetiu as advertências da Síria de que os ataques poderiam desestabilizar a região.

    “Estes ataques são considerados uma violação da soberania iraquiana e minam os esforços do governo iraquiano, representando uma ameaça que poderá arrastar o Iraque e a região para consequências indesejáveis, os resultados serão terríveis para a segurança e estabilidade no Iraque e na região”, disse Rasool.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original