Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Suposta “chuva de minhocas” em cidade chinesa viraliza; entenda o fenômeno

    Acontecimento pode ter sido causado por fortes chuvas e ventos; autoridades chinesas não se pronunciaram

    Acontecimento "misterioso" despertou a curiosidade dos internautas
    Acontecimento "misterioso" despertou a curiosidade dos internautas Reprodução/Redes Sociais

    Flávia Martinsda CNN

    Imagine um cenário “apocalíptico” em que começam a chover minhocas em vez de água.

    Pode parecer bizarro, mas é uma das teorias que correm na web para tentar justificar um vídeo que viralizou nos últimos dias, com um fenômeno que supostamente aconteceu em Pequim, na China.

    Nas imagens, uma fileira de carros estacionados está coberta por algo que parece ser uma infinidade de minhocas gosmentas e escuras. Além dos veículos, também é possível ver os “animais” amontoados no chão enquanto pessoas caminham ao lado com seus guarda-chuvas abertos (que estão limpos).

    O clipe único foi repostado várias vezes nas redes sociais e suscitou a curiosidade dos internautas.

    Em uma postagem no Twitter que teve mais de 2 milhões de visualizações, não faltam comentários como “O fim está próximo…” e “Chegou o apocalipse”, enquanto outros acreditam na possibilidade de ventos fortes terem causado o mal entendido.

    Qual a explicação do fenômeno?

    Apesar de não haver nenhum posicionamento oficial das autoridades chinesas ou de especialistas no assunto, vários portais noticiosos tentaram explicar o ocorrido.

    Alguns apontam que podem ser flores do tipo Poplar ou Populus que caíram de árvores localizadas na região após fortes chuvas. Como ainda estão molhadas, tomam uma textura gosmenta, similar a minhocas.

    As flores do tipo “poplar” podem ser uma das explicações para o fenômeno / Wikimedia Commons

    Outros explicam que a concentração dos animais pode ter sido formada por fortes ventos que acabaram empurrando e movimentando as minhocas. Também tentaram esclarecer a situação, abrindo a possibilidade de os seres terem caído de algum prédio, ou até mesmo saído da terra após as chuvas.

    Há ainda uma última teoria que “culpa” a “Lua Minhoca”, a lua cheia de março que atinge o pico de iluminação nesta terça-feira (7).

    O nome de “minhoca” foi dado por tribos nativas americanas, em referência a diferentes criaturas emergindo de seus esconderijos de inverno para dar as boas-vindas à primavera, que começa agora em março nos EUA.

    Lua Minhoca em Mumbai, na Índia, em 2020
    Lua Minhoca em Mumbai, na Índia, em 2020 / Photo by Pratik Chorge/Hindustan Times via Getty Images