Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Temperatura global pode ser elevada em 1,5ºC nos próximos cinco anos, segundo a OMM

    Organização Meteorológica Mundial diz que as chances para que o aumento ocorra são de 66% até 2027

    Um urso polar do sudeste da Groenlândia em gelo glacial ou de água doce, setembro de 2016.
    Um urso polar do sudeste da Groenlândia em gelo glacial ou de água doce, setembro de 2016. Thomas W. Johansen/NASA Oceans Melting Greenland/Handout via REUTERS

    Gloria Dickieda Reuters

    Londres

    Pela primeira vez, é mais provável que as temperaturas globais ultrapassem 1,5°C de aquecimento nos próximos cinco anos, disse a Organização Meteorológica Mundial (OMM) na quarta-feira (17).

    Mas isso não significa necessariamente que o mundo cruzaria o limiar de aquecimento de longo prazo de 1,5°C acima dos níveis pré-industriais estabelecidos no Acordo de Paris de 2015.

    Com uma chance de 66% de atingir temporariamente 1,5°C até 2027, “é a primeira vez na história que é mais provável que excedamos 1,5°C”, disse Adam Scaife, chefe de previsão de longo prazo do britânico Met Office Hadley Center, que trabalhou na mais recente Atualização Global Anual para Decadal do Clima, da OMM.

    O relatório do ano passado tinha colocado as chances em cerca de 50-50.

    Parcialmente responsável por aumentar a chance de atingir 1,5°C é um padrão climático do El Niño que deve se desenvolver nos próximos meses. Durante esse fenômeno natural, as águas mais quentes do Pacífico tropical aquecem a atmosfera acima, elevando as temperaturas globais.

    O El Niño “se combinará com as mudanças climáticas induzidas pelo homem para empurrar as temperaturas globais para um território desconhecido”, disse o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, em comunicado à imprensa.

    A probabilidade de exceder temporariamente 1,5°C tem aumentado com o tempo. Entre 2017 e 2021, por exemplo, os cientistas estimaram apenas 10% de chance de atingir 1,5°C.