Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    UE propõe restrições às importações da Ucrânia para acalmar protestos

    Agricultores franceses e belgas montaram dezenas de bloqueios em rodovias e estradas

    Protestos de agricultores na França
    Protestos de agricultores na França Reuters

    Philip Blenkinsop

    A Comissão Europeia propôs, nesta quarta-feira (31), medidas para limitar as importações agrícolas da Ucrânia e maior flexibilidade em relação às regras sobre terras em repouso, em uma tentativa de reprimir os protestos de agricultores revoltados na França e em outros países da União Europeia.

    A Comissão disse que estenderia a suspensão de tarifas de importação sobre as exportações ucranianas por mais um ano, até junho de 2025. As tarifas foram inicialmente suspensas em 2022 para ajudar a apoiar a economia da Ucrânia após a invasão da Rússia.

    Agricultores franceses e belgas montaram dezenas de bloqueios em rodovias e estradas de acesso a um importante porto de contêineres na quarta-feira para pressionar os governos a flexibilizar as regras ambientais e ajudar a protegê-los do aumento dos custos e das importações baratas.