Metrô de SP mantém média de passageiros no primeiro dia de feriado

Um milhão de usuários viajaram nos trens na quarta-feira (20)

Da CNN em São Paulo
21 de maio de 2020 às 10:02 | Atualizado 21 de maio de 2020 às 10:03
 

Apesar do super feriado, não houve aumento na taxa de isolamento na capital paulista, e o Metrô não registrou queda de passageiros no primeiro dia da medida que visa combater o contágio do novo coronavírus. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), um milhão de pessoas continuaram circulando no primeiro dia do feriado. 

Entretanto, foi registrada a queda de congestionamento na cidade. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o pico de lentidão foi de apenas 4km às 17h30. Em dias úteis, este número chega a 83km. A taxa de isolamento chegou a 49% no último domingo.

Leia também:

Não é lockdown, serviços essenciais podem funcionar em feriados, diz Covas
Paraná reforça fiscalização na divisa com São Paulo durante o feriado

Covas assinou decreto para suspender o expediente na cidade nestas quarta e quinta-feira e declarar ponto facultativo na sexta. O texto foi publicado no Diário Oficial do município na terça-feira (19).

Dessa forma, São Paulo tem um 'megaferiadão' de cinco dias, com a celebração de Corpus Christi e do dia da Consciência Negra, seguidos por ponto facultativo e fim de semana.

A antecipação foi aprovada pela Câmara Municipal com o objetivo de aumentar o índice de isolamento social na cidade, que registra números menores em dias úteis.