SP só vai liberar acesso a parques em Unidades de Conservação com agendamento

Os detalhes da reabertura serão anunciados nesta sexta-feira (10), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes

Talis Maurício, da CNN, em São Paulo
10 de julho de 2020 às 12:23 | Atualizado 10 de julho de 2020 às 12:24
Trilha da Bica
Foto: Reprodução/ Alesp

Os parques estaduais de São Paulo, a exemplo dos municipais, serão reabertos a partir da próxima segunda-feira (13). Mas a retomada se dará com restrições.

Fontes próximas ao alto escalão do governo disseram à reportagem da CNN que os parques estaduais urbanos, como o Villa Lobos, Cândido Portinari e Água Branca, na Zona Oeste, e o Ecológico do Tietê, na Zona Leste, funcionarão apenas de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Leia também:

SP anuncia reabertura de parques e academias na próxima segunda-feira

Bares e restaurantes preferem não reabrir em São Paulo

Já os localizados em unidades de conservação, como o Parque Estadual do Jaraguá e da Cantareira, na Zona Norte, só serão acessados por visitantes mediante agendamento on-line. Já o Parque Zoológico, o Safari e o Jardim Botânico, todos na Zona Sul, abrirão de segunda a sexta, das 10h às 16h, e também aos sábados, domingos e feriados: das 09h às 16h.

Os detalhes da reabertura serão anunciados nesta sexta-feira (10), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, com a presença do governador João Doria e do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do estado, Marcos Penido.