Alerj vota impeachment de Witzel, consulta ao IR e mais de 23 de setembro

As informações mais importantes do começo desta quarta-feira (23)

Da CNN

Ouvir notícia

A votação sobre a continuidade do processo de impeachment contra o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), o aumento da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e a consulta ao quinto e último lote de restituições do Imposto de Renda são alguns dos destaques da manhã desta quarta-feira, 23 de setembro.

Discurso de Bolsonaro 

O discurso de Bolsonaro na ONU (Organizações das Nações Unidas) continua repercutindo. O novo embaixador do Brasil nos Estados Unidos, o diplomata Nestor Forster, disse que a intenção do presidente no discurso na ONU foi desfazer mitos a respeito do país. Em entrevista exclusiva à CNN, Forster afirmou que Bolsonaro acertou em citar questionamentos sobre a política ambiental e a atuação do governo frente à pandemia do novo coronavírus.

Ernesto Araújo

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também saiu em defesa do presidente. Ele afirmou que o discurso de Bolsonaro na ONU reafirma o desejo por liberdade e democracia. Araújo também defendeu o agronegócio e chamou o Brasil de herói da segurança alimentar no mundo.

Imposto de Renda

A Receita Federal abre, nesta quarta-feira (23), as consultas ao quinto e último lote de restituições do Imposto de Renda 2020. Mais de 3 milhões de contribuintes serão contemplados. Os valores devem ser pagos no dia 30 de setembro.

Wilson Witzel

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) decide nesta quarta-feira (23), se o processo de impeachment contra o governador afastado Wilson Witzel (PSC) segue para a fase de julgamento por um Tribunal Misto. Um relatório a favor da continuidade do processo será colocado em votação.

Validade da CNH

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei que aumenta para até dez anos o prazo máximo da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Foram mantidas as alterações feitas pelo Senado, como o artigo que permite pena de prisão para motoristas embriagados que provocarem acidentes com vítimas. O projeto segue para sanção presidencial.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Edição: André Rigue)

Mais Recentes da CNN