Censo 2021 não começa antes de outubro, afirma presidente do IBGE

Eduardo Rios Neto diz que aguarda decisão do Supremo Tribunal Federal sobre liberação de recursos

Funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
Funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE

Lucas Janone, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O novo presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Eduardo Rios Neto, disse nesta sexta-feira (30), que o órgão não tem condições de iniciar o Censo 2021 antes de outubro, devido aos atrasos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

“Agosto é impossível, setembro é difícil, possivelmente em outubro…”, disse Eduardo Rios Neto durante a primeira entrevista no comando do IBGE.

O presidente ressaltou também que o órgão ainda espera pela liberação de recursos para iniciar os protocolos necessários para a realização da pesquisa. Isso porque, inicialmente, o Orçamento de 2021 divulgado, na última semana pelo Ministério da Economia, não trouxe recursos para a realização do Censo Demográfico e que, portanto, o estudo precisaria ser adiado.

Entretanto, o Ministro Marco Aurélio do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou, na quarta-feira (28), que o governo federal realize o Censo 2021. Segundo o ministro, por meio de dados e estudos, os governantes podem analisar a realidade do país. A decisão foi enviada ao Plenário da casa para que os demais ministros analisem o caso.

Questionado sobre a qualidade da pesquisa em meio a pandemia de Covid-19, Eduardo Rios Neto garantiu que tem protocolos prontos e estabelecidos para a realização do Censo em 2021. E destacou que os protocolos estão em “constante aperfeiçoamento” e a coleta poderia misturar visitas presenciais e preenchimento de informações por meio digital.

“O que tange a qualidade da pesquisa, nós estamos muito seguros e preparados para sua realização em 2021. Mas não tem como pensar em um senso ‘meia boca’, e sim fazer o melhor para a sociedade, para o IBGE e para o parâmetro técnico.

O Censo 2021 vai contar com 200 mil profissionais espalhados em todos os municípios do país. A pesquisa que costuma ter início em primeiro de agosto não deve começar nos próximos dois meses.

Novo presidente do IBGE

Eduardo Rios Neto foi confirmado como o novo nome para o comando do IBGE há quinze dias, após ter sido indicado pelo ministro da econômia, Paulo Guedes. Ele assumiu a presidência do órgão após a saída de Susana Guerra.

Rios Neto é integrante do diretório de Pesquisas do IBGE desde 2019. Ele também já participou de estudos no Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da UFMG e chefe do Departamento de Demografia da Universidade Federal de Minas Gerais. Além de ser membro da Academia Brasileira de Ciências.

Mais Recentes da CNN